Laudo confirma que enteada foi envenenada por madrasta, diz Polícia

Mãe da jovem disse que o resultado comprovou algo que a família já desconfiava

Publicado quarta-feira, 06 de julho de 2022 às 18:16 h | Atualizado em 06/07/2022, 18:16 | Autor: Da Redação
Fernanda Carvalho Cabral morreu em março após 12 dias internada
Fernanda Carvalho Cabral morreu em março após 12 dias internada -

A estudante Fernanda Carvalho Cabral, de 22 anos, foi morta por envenenamento, segundo laudo cadavérico divulgado nesta quarta-feira, 6.

A madrasta, Cíntia Mariano, é a principal suspeita de ter cometido o crime e está presa temporariamente.

A jovem morreu em março após 12 dias internada. Segundo o delegado Flávio Rodrigues, que comanda as investigações, esta é mais uma prova contra Cíntia.

"É uma peça importante, quiçá talvez a mais importante de toda essa investigação que comprova que sim, de fato, Cintia envenenou Fernanda".

A mãe da jovem, Jane Carvalho, disse que o resultado comprovou algo que a família já desconfiava.

"Não foi nenhuma novidade, todos nós já sabíamos que teria sido ela [a madrasta]. Mas a gente precisava desse laudo atestado e carimbado e hoje nós podemos dizer que temos esse laudo atestado e carimbado", disse em entrevista a Tv Globo.

Publicações relacionadas