adblock ativo

Metroviários dizem que não fazem mais horas extras

Publicado quinta-feira, 09 de agosto de 2007 às 06:42 h | Atualizado em 09/08/2007, 06:42 | Autor: Agencia Estado
adblock ativo

Em assembléia realizada na noite de ontem na sede do sindicato, os metroviários da capital paulista resolveram que a partir de hoje não realizarão mais horas extras, como vinha ocorrendo antes do anúncio por parte do Metrô, na terça-feira, da demissão de 61 funcionários. Segundo o Metrô, a demissão dos trabalhadores se deu por causa da "baixa avaliação no desempenho destes funcionários em suas funções".

Já o sindicato acusa a Companhia do Metropolitano de ter demitido pelo menos 4 funcionários ligados à direção do sindicato, o que seria ilegal, pois estes estariam seguros pela estabilidade. Ainda, segundo os metroviários, as demissões foram uma represália pela paralisação ocorrida nos dias 2 e 3 deste mês.

Operação Padrão - Na assembléia de ontem, os sindicalistas decidiram que não farão mais os chamados "quebra-galhos", ou seja, não iriam mais se desdobrar para oferecer um serviço além do que se espera pelas condições de trabalho oferecidas pelo Metrô. A nota do sindicato diz: "Os metroviários reunidos em assembléia na noite desta quarta-feira deliberaram pela suspensão imediata da realização de horas extras, pelo cumprimento rigoroso dos procedimentos operacionais e a não realização de "quebra-galho" para resolver problemas de falta de pessoal ou ausência de condições de trabalho.

Operações - Segundo a assessoria de imprensa do Metrô, às 5h15 desta manhã de quinta-feira, as quatro linhas operavam normalmente no horário conhecido como horário "vale", antes do início do "rush", e que as composições passavam pela plataformas num intervalo médio de 2 a 3 minutos nas linhas 1, 2 e 3. A partir das 6h30, quando começa o horário de pico, o intervalo entre os três na linha 3 vermelha (Barra Funda/Itaquera) é de 1 minuto e 41 segundos; na linha 1 azul (Jabaquara/Tucuruvi), de 1 minuto e 8 segundos; na linha 2 verde (Ana Rosa/Vila Madalena); de 2 minutos 29 segundos, e na linha 5 lilás (Capão Redondo/Chácara Klabin) o intervalo chega a 6 minutos 23 segundos.

adblock ativo

Publicações relacionadas