Mourão diz que demora em buscas por Lázaro Barbosa é 'normal'

Publicado sexta-feira, 18 de junho de 2021 às 19:05 h | Atualizado em 18/06/2021, 19:10 | Autor: Da Redação

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou, nesta sexta-feira, 18, que a demora nas buscas por Lázaro Barbosa, suspeito procurado pelo assassinato de quatro pessoas da mesma família em uma chácara em Ceilândia, no Distrito Federal, é “normal”. Já são dez dias de procura.  

"A polícia tem tropa especializada. Principalmente a área [em] que ele está lá é área de mata, cerrado. Não é simples você achar uma pessoa. Uma área larga, então você tem que isolar", disse, em conversa com jornalistas.

"Primeiro o cerco longo que se faz e depois você vai dividindo por quadrante, e vai vasculhando quadrante por quadrante até achar o cara. É igual buscar leão na selva, vai batendo o mato até achar ele. É uma operação demorada", continuou.

Mais de 200 agentes de forças de segurança do DF, de Goiás e federais atuam nas buscas. Para Mourão, a operação se torna mais difícil porque a procura é por apenas uma pessoa. "Se fosse mais, era mais fácil. O cara mete em cima de árvore, vai para baixo de toco."

"Não é simples, ainda mais que a área é grande, é uma área que tem muita ravina, essas coisas, então uma operação de vasculhamento é isso aí, você tem que ir apertando, apertando até chegar no ponto que o cara está."

Publicações relacionadas