MPF pede prisão de agentes da PRF envolvidos na morte de Heloísa | A TARDE
Atarde > Brasil

MPF pede prisão de agentes da PRF envolvidos na morte de Heloísa

A menina morreu neste sábado, após ser atingida na cabeça e coluna

Publicado domingo, 17 de setembro de 2023 às 14:21 h | Autor: Da Redação
Órgão solicitou ainda uma perícia no carro e nas armas que estavam com os policiais
Órgão solicitou ainda uma perícia no carro e nas armas que estavam com os policiais -

O Ministério Público Federal (MPF) enviou à Justiça Federal um pedido de prisão de três agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), envolvidos na morte de Heloísa dos Santos Silva, de 3 anos, em Duque de Caxias (RJ).

Heloísa foi baleada na cabeça e na coluna no dia 7 de setembro, quando passava de carro com os familiares no Arco Metropolitano, em Seropédica, a cerca de 60 km da capital do Rio de Janeiro. Ela ficou internada por nove dias, e faleceu neste sábado, 16. A família afirma que o tiro partiu de um carro da PRF.

Além da prisão preventiva dos envolvidos, o MPF pediu perícia em todas as armas que estavam com os policiais no momento em que o caso foi registrado, assim como uma nova perícia no carro da família de Heloísa. O MPF pediu à justiça a prisão preventiva dos três policiais que participaram da ação: Matheus Domicioli Soares, Wesley Santos da Silva e Fabiano Menacho Ferreira.

A primeira análise da Polícia Civil não foi concordada pelo órgão. Para o procurador da República do MPF, Eduardo Benones: "Pelas fotografias que foram tiradas pelos agentes, mostram mais tiros do que aquilo que consta do laudo da Polícia Civil, então nós precisamos saber exatamente a posição, a trajetória das balas"

Durante viagem à Cuba para participar da Cúpula do G77, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a menina foi atingida por tiros de quem deveria cuidar da segurança da população.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS