Pesquisa: cerca de 33 milhões de pessoas passam fome no Brasil

Segundo Rede Penssan, o número é superior a população inteira da Venezuela

Publicado segunda-feira, 18 de julho de 2022 às 20:41 h | Atualizado em 18/07/2022, 20:47 | Autor: Da Redação
Brasil regrediu ao mesmo patamar de insegurança alimentar em que se encontrava na década de 1990
Brasil regrediu ao mesmo patamar de insegurança alimentar em que se encontrava na década de 1990 -

De acordo com dados do 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, realizado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede PENSSAN), atualmente, mais de 33 milhões de pessoas passam fome no Brasil, número superior à população inteira da Venezuela com 29.503 milhões de habitantes em 2022.

O levantamento mostra ainda que entre 2020 e 2022 o número de pessoas passando fome no país subiu em 14 milhões, ou seja, quase que dobrou a quantidade de pessoas em situação de insegurança alimentar.

Outro levantamento feito pela Rede Penssan mostra ainda que 63% das famílias chefiadas por mulheres estão em situação de insegurança alimentar.

Na divulgação do relatório neste ano, a Rede Penssan destacou que com esses números relativos à insegurança alimentar no país, o Brasil regrediu ao mesmo patamar em que se encontrava na década de 1990.

Publicações relacionadas