adblock ativo

Polícia Civil do Rio decide amanhã se continua com paralisação

Publicado terça-feira, 10 de julho de 2007 às 23:08 h | Atualizado em 10/07/2007, 23:08 | Autor: Agência Brasil
adblock ativo

Apenas 30% dos agentes trabalharam hoje (10) nas delegacias e outras unidades da Polícia Civil. De acordo com o presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Fernando Bandeira, apenas os registros de casos de flagrante e emergências, além das remoções de cadáveres foram realizadas pela Polícia, no segundo dia de paralisação da categoria.  Amanhã (11) de manhã, a categoria decide, em assembléia, se a paralisação deve continuar nos próximos dias, o que poderia interferir nos Jogos Pan-Americanos, que começam sexta-feira (13).

 “Estamos mantendo o efetivo durante a greve para não prejudicar mais ainda a sacrificada população do Rio de Janeiro, em função da violência e dos problemas que ocorrem na cidade. Nosso objetivo não é criar problema, queremos colaborar. Há vários policiais civis envolvidos com a programação do Pan, e esperamos fazer todo esforço para colaborar com as investigações e a segurança pública”, afirmou Bandeira.

Com a mobilização, os agentes pretendem garantir melhorias salariais para a categoria, com o retorno da gratificação suspensa no governo Garotinho. Os policiais civis do estado realizam paralisação desde a noite de ontem (9).

Bandeira informou que tem uma reunião marcada, ainda hoje, com os secretários estaduais de Segurança Pública e de Planejamento, José Mariano Beltrame e Sergio Rui, respectivamente. No encontro, deverão ser apresentadas propostas de um possível acordo entre governo e os policiais.

Em nota oficial divulgada ontem (9), a Secretaria estadual de Planejamento e Gestão informou que vem realizando estudos para avaliar se há folga no orçamento do estado para conceder o reajuste salarial aos policiais.

adblock ativo

Publicações relacionadas