Presos retiraram barras de ferro das paredes das celas | A TARDE
Atarde > Brasil

Presos retiraram barras de ferro das paredes das celas

Falta de vistoria e conservação facilitaram o acesso ao material usado para abrir passagem para os fugitivos

Publicado domingo, 18 de fevereiro de 2024 às 15:08 h | Autor: Da Redação
Barras de ferro retiradas das paredes ajudaram os detentos a abrir espaço na passagem de luz das celas.
Barras de ferro retiradas das paredes ajudaram os detentos a abrir espaço na passagem de luz das celas. -

As barras de ferro utilizadas pelos dois presos que fugiram do presídio de segurança máxima, em Mossoró (RN) foram retiradas das paredes das celas onde se encontravam. As barras de ferro, ou vergalhões, foram usadas para aumentar o buraco que usaram para escapar.

Rogério Mendonça e Deibson Nascimento enrolaram o uniforme azul nas barras de ferro para fazer menos barulho. Pessoas ligadas à investigação confirmam que ambos, por estarem no Regime Disciplinar Diferenciado (RRD),  não saíam nem para o banho de sol, realizado em um solário individual dentro da cela dos presos nesse regime.

Talvez por isso as celas não passavam por vistoria diária. A umidade acumulada nas paredes teria facilitado a retirada do reboco que cobria as ferragens. já que os locais não passavam por manutenção há muitos anos. As barras de ferro foram usadas para perfurar uma abertura na esquadria onde havia uma luminária, cujas dimensões eram de 20x70cm.

Publicações relacionadas