Secretário de Turismo de Maceió é exonerado após defender apologia a nazismo como "liberdade de expressão"

Publicado sexta-feira, 18 de junho de 2021 às 10:35 h | Atualizado em 19/11/2021, 12:17 | Autor: Da Redação

O secretário de Turismo de Maceió, Ricardo Santa Ritta (PDT), foi exonerado na manhã desta sexta-feira, 18, após defender um homem que fez apologia ao nazismo alegando "liberdade de expressão".

Por meio do Twitter, a Prefeitura de Maceió anunciou o desligamento do agora ex-secretário sme justificativa, o que gerou cobranças por parte dos seguidores, que solicitaram uma nota anti-nazista. "A Prefeitura de Maceió comunica o desligamento de Ricardo Santa Rita do cargo de Secretário de Turismo", comunicou.


Ao comentar a abordagem a um homem que usava uma suástica no braço em um shopping em Caruaru (PE), Ricardo Santa Ritta ironizou a lei que pune o crime. "Hoje descobri que usar qualquer elemento com a suástica é crime federal no Brasil. Pensava que a liberdade de expressão permitisse", postou. Após o comentário, o ex-secretário foi criticado e excluiu a sua conta no Twitter.

No Brasil, apologia ao nazismo é crime. A Lei 7.716/1989 diz no parágrafo primeiro do artigo 20, que ostentar a cruz suástica para fins de divulgação do nazismo é punível com pena de reclusão de dois a cinco anos e multa.

"Fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo", diz o parágrafo da lei.

Imagem ilustrativa da imagem Secretário de Turismo de Maceió é exonerado após defender apologia a nazismo como "liberdade de expressão"
Tuíte do secretário de turismo de Maceió, Ricardo Santa Rita

Publicações relacionadas