Sem mencionar meio milhão de mortos em vídeo, Bolsonaro deseja sorte aos policiais do caso Lázaro

Publicado sábado, 19 de junho de 2021 às 18:50 h | Atualizado em 19/06/2021, 19:50 | Autor: Da Redação

O Brasil ultrapassou neste sábado, 19, a marca de meio milhão de mortos em razão da covid-19. Contudo, em vídeo publicado no Twitter durante a tarde, o presidente Jair Bolsonaro não fez nenhuma menção à marca de óbitos atingida, se restringindo apenas a desejar sorte aos policiais que estão atuando nas buscas pelo baiano Lázaro Barbosa, 32 anos, conhecido como “serial killer do DF”, que está sendo procurado há 11 dias por mais de 200 agentes policiais.

>> Lázaro Barbosa fez cursos de empatia e sexualidade durante tempo na prisão

>> Polícia investiga perfis que fazem apologia a crimes cometidos por Lázaro Barbosa

>> Notícias falsas prejudicam buscas por Lázaro Barbosa, diz secretário

“Aos policiais que estão na captura do marginal Lázaro, que tem levado o terror no entorno de Brasília: nós sabemos que esse bandido tem uma certa prática de andar na mata sem deixar vestígio, mas sabemos também que nossos policiais, além da coragem, são tenazes, não descansarão enquanto não cumprir essa missão. Boa sorte a todos vocês e tenho certeza que brevemente o Lázaro estará, no mínimo, atrás das grades. Um abraço a todos”, pontuou o chefe do Executivo.

Um dos pontos criticados na manifestação deste sábado contra o governo Bolsonaro foi a sua política de combate à pandemia. Em apenas 50 dias, foram 100 mil mortes registradas, fazendo com que o país subisse de 400 mil óbitos para meio milhão, conforme dados coletados pelo consórcio de veículos de imprensa junta às secretarias de Saúde. A média móvel de casos e mortes de covid-19 registradas neste ano é bem maior do que a de 2020.


Publicações relacionadas