Sobe para 10 o número de mortes em tragédia no Capitólio

Os trabalhos de busca recomeçaram às 5h deste domingo

Publicado domingo, 09 de janeiro de 2022 às 13:04 h | Atualizado em 09/01/2022, 15:43 | Autor: Wellton Máximo | Agência Brasil

Chegou a dez o número de mortos no desabamento de uma rocha sobre lanchas em um cânion do Lago de Furnas na cidade de Capitólio, em Minas Gerais.

Os trabalhos de busca recomeçaram às 5h deste domingo, 9, e envolvem cerca de 50 pessoas, entre bombeiros e militares da Marinha. Ao todo, 11 mergulhadores do Corpo de Bombeiros atuam na operação. A Marinha do Brasil emprega sete viaturas, quatro lanchas e três motos aquáticas.

As operações haviam sido interrompidas às 19h de sábado, 8, por falta de visibilidade. O desabamento ocorreu por volta das 12h30, quando um grande bloco de pedra se desprendeu do cânion do Lago de Furnas e caiu sobre pelo menos três lanchas. Duas embarcações afundaram.

Além dos oito mortos, a tragédia deixou 32 pessoas feridas. Pelo menos dois dos feridos tiveram fraturas expostas e passaram por cirurgias em hospitais da região. Vídeos nas redes sociais mostraram o momento do desabamento, no principal ponto turístico do passeio de lancha, com duas cachoeiras na entrada do cânion.

Publicações relacionadas