adblock ativo

Suspeita de tentar fraudar compra de vacina, Precisa é alvo de operação da PF

Publicado às | Atualizado em 28/10/2021, 09:53 | Autor: Da Redação
A operação busca documentos apresentados pela empresa na compra da vacina Covaxin
A operação busca documentos apresentados pela empresa na compra da vacina Covaxin -
adblock ativo

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 7, uma operação contra a Precisa Medicamentos, empresa investigado por ter participado de um suposto esquema de fraudes na compra da vacina Covaxin. Cerca de 50 policiais federais cumprem 11 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Campinas (SP) e Brasília.

A operação busca documentos apresentados pela empresa Precisa Medicamentos ao Ministério da Saúde no processo de compra da vacina Covaxin. As medidas foram expedidas pela 12ª Vara Criminal Federal do Distrito Federal. A ação conta com auxílio da Controladoria-Geral da União e do Ministério Público Federal.

Um dos alvos da ação desta quinta é Túlio Belchior Mano da Silveira, advogado da Precisa. Ele foi investigado pela CPI da Covid-19 e está no rol de indiciados da comissão pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documento falso e improbidade administrativa.

Por meio de nota, a Controladoria-Geral da União afirmou que trabalha em parceria com PF no intuito de “apurar indícios de crimes praticados no processo de contratação para aquisição de doses da vacina Covaxin pelo Ministério da Saúde”.

adblock ativo

Publicações relacionadas