Uma das mulheres mais ricas do mundo, Lily Safra, morre aos 87 anos

Com fortuna estimada em R$ 5 bilhões, Lily foi casada durante 23 anos com o banqueiro Edmond Safra, morto em incêndio

Publicado sábado, 09 de julho de 2022 às 16:03 h | Atualizado em 09/07/2022, 16:03 | Autor: Da Redação
Nascida em 30 de dezembro de 1934, filha do engenheiro inglês Wolf White Watkins e Annita Noudelman de Castro, Lily teve três filhos no casamento com Mario Cohen
Nascida em 30 de dezembro de 1934, filha do engenheiro inglês Wolf White Watkins e Annita Noudelman de Castro, Lily teve três filhos no casamento com Mario Cohen -

Morreu neste sábado em Genebra, aos 87 anos, Lily Safra, uma das mulheres mais ricas do mundo, conforme reportou o colunista Lauro Jardim, de O Globo. Com uma fortuna estimada em R$ 5 bilhões, Lily  foi casada durante 23 anos com o banqueiro Edmond Safra, morto em 1999 durante incêndio em uma residência própria em Mônaco. Lily, que estava no imóvel, conseguiu se salvar. O enfermeiro de Edmond foi condenado à prisão como responsável pelo incêndio.

Colecionadora de arte, Lily, após a morte de Edmond, Lily passou a presidir a fundação que levava o próprio nome. A fundação fazia a gestão de recursos destinados pelo casal a obras sociais e instituições em vários países, inclusive no Brasil, como hospitais, universidades, museus, sinagogas.

Em diversas ocasiões, peças do grande acervo de arte e antiguidades do casal, distribuído em grande parte pela residência que mantinham na Europa e nos Estados Unidos, foram levadas a leilão e os recursos obtidos, destinados à benemerência.

Antes de Edmond, Lily tinha sido casada por quatro anos com Alfredo Monteverde, fundador do Ponto Frio, que se suicidou em 1969, e com o industrial argentino Mario Cohen.

Nascida em 30 de dezembro de 1934, filha do engenheiro inglês Wolf White Watkins e Annita Noudelman de Castro, Lily teve três filhos no casamento com Mario Cohen: Claudio, Adriana e Eduardo. Claudio e o filho Rafael morreram num acidente de carro, no Rio de Janeiro, em 1989. Alfredo Monteverde tinha dois filhos adotivos, que ficaram aos cuidados de Lily.

Publicações relacionadas