adblock ativo

Papo Axé: cantor fica 'mudo' minutos antes do desfile

Publicado segunda-feira, 09 de fevereiro de 2015 às 09:10 h | Atualizado em 09/02/2015, 09:10 | Autor: Alexandre Santos
Walmir França, um fundadores do bloco afro Os Negões
Walmir França, um fundadores do bloco afro Os Negões -
adblock ativo

No ano em que completa 33 anos de tradição, o bloco afro Os Negões levará seu samba-mambo para o circuito Osmar (Campo Grande) na sexta, domingo e terça de Carnaval. Um dos fundadores da agremiação, Walmir França conta ao Papo Axé que dois momentos em especial marcaram a participação do bloco na folia. É o que ele descreve nas linhas a seguir.

Muita história engraçada pra contar?

Em 2008, no primeiro dia de carnaval, o bloco passou por uma que eu vou te contar! Horas antes do desfile, o trio ainda não tinha chegado ao Campo Grande. O que aconteceu? O mesmo trio que alugamos tinha sido alugado pela prefeitura. Fomos até o dono pra pegar o dinheiro do aluguel de volta. Quando retornei, uma surpresa: o bloco já vinha desfilando e cantando a pé. Foi muito emocionante.

E os perrengues pararam por aí?

Outra história meio que engraçada foi em 2003. Naquele ano, um de nossos dois cantores, Fidel e Vovô Sangue Bom, pensava que já tinha se curado de uma gripe. Todo mundo posicionado pra começar a desfilar, no Campo Grande, e Vovô fica praticamente sem voz. Para um bloco afro, você sabe que é viola cantar sozinho durante horas. Mas Fidel cantou sozinho e foi assim até o fim do percurso.

adblock ativo

Publicações relacionadas