adblock ativo

Lojista denuncia abandono de obras na Rua Nova de São Bento

Publicado quinta-feira, 27 de novembro de 2014 às 16:37 h | Atualizado em 27/11/2014, 19:03 | Autor: Daniela Mazzei
Lojista denuncia abandono de obras na Rua Nova de São Bento
Lojista denuncia abandono de obras na Rua Nova de São Bento -
adblock ativo

Em denúncia feita ao Portal A Tarde, um comerciante, que não quis se identificar, proprietário de loja na Rua Nova de São Bento, em Nazaré, reclama das obras de pavimentação na rua, em frente à saída da Estação da Lapa. Segundo ele, as obras, que começaram há cerca de dois meses encontram-se paradas. 

O modelo a ser implementado na rua - e que já foi aplicado em outras vias da região - foi projetado pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), e contempla a realização de serviços de drenagem, calçamento, implantação de piso intertravado e piso tátil, cobertura de policarbonato, instalação de nova iluminação, bancos, meio-fio e paisagismo.

De acordo com a prefeitura, as intervenções na rede de drenagem e esgoto já foram concluídas pela Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop) e Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Agora, a fase de implantação do pavimento, que terá estrutura intertravada, está sob a responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal).

Segundo o comerciante que fez a denúncia, as obras começaram, mas está abandonada. "Há cerca de um mês que os funcionários da prefeitura estão vindo trabalhar e ficam encostados na calçada, afirmou. "Eu conversei com eles, que disseram não ter material disponível para trabalhar e nem um responsável para supervisionar a obra", explicou.

Imagem ilustrativa da imagem Lojista denuncia abandono de obras na Rua Nova de São Bento

A denúncia, no entanto, foi negada pela assessoria da Desal, que confirmou a paralisação das obras somente na semana passada, quando a capital baiana passou por um período de forte chuva. A assessoria disse ainda que 16 caçambas de areia foram colocadas no local e cerca de 100 homens trabalham desde o relógio São Bento até o Convento da Lapa.

A prefeitura informou, por meio de nota, que a estimativa é de que as pedras comecem a ser assentadas no início de janeiro, com prazo de entrega previsto para três meses após o início. "Essa será uma ação definitiva, em que haverá maior facilidade para a manutenção desses espaços porque poderemos construir na própria Desal as peças de reposição", afirma o presidente do órgão, Marcílio Bastos.

Ainda segundo o denunciante, a rua está com esgoto a céu aberto, buracos e barro, dificultando a passagem de pedestres, que muitas vezes, deixam de trafegar na área devido a esses transtornos, causando, então, prejuízo aos lojistas. O comerciante disse ainda que, por conta das obras, os vendedores ambulantes estão instalados em frente às lojas, dificultando ainda mais o acesso dos clientes ao estabelecimento. "Quando reclamo com os ambulantes que eles estão sujando a entrada da loja e até mesmo dificultando entrada nesta, eles me fazem ameaças", desabafou.

A reportagem do Portal A Tarde não conseguiu falar com o Secretário de Infraestrutura e Defesa Civil, Paulo Sérgio de Noronha Santana, sobre o andamento das obras e nem sobre o prejuízo para o comércio da região, levantado pelo denunciante, em uma das principais épocas de faturamento para o setor.

Imagem ilustrativa da imagem Lojista denuncia abandono de obras na Rua Nova de São Bento
adblock ativo

Publicações relacionadas