ABACS faz Caminhada Solidária no Parque de Pituaçu | A TARDE
Atarde > Colunistas > A TARDE Aventura

ABACS faz Caminhada Solidária no Parque de Pituaçu

Peregrinos fizeram doações de brinquedos e alimentos

Publicado sexta-feira, 17 de novembro de 2023 às 06:40 h | Autor: Selma Morais
Vários integrantes da Associação Bahiana dos Amigos do Caminho de Santiago (ABACS) caminharam em Pituaçu
Vários integrantes da Associação Bahiana dos Amigos do Caminho de Santiago (ABACS) caminharam em Pituaçu -

O Parque Metropolitano de Pituaçu é um ponto de encontro para muitos amantes de atividades ao ar livre. O local é considerado um dos pulmões de Salvador, estando localização, numa área central e privilegiada da capital baiana.

A área também é um dos principais locais para treinamento das pessoas que pretendem fazer longas caminhadas ou participar de competições de ciclismo e atletismo, uma vez que tem uma pista de 15 km de extensão e que pode ser percorrida com certa tranquilidade.

Sabendo disso, a Associação Bahiana dos Amigos do Caminho de Santiago (ABACS) já escolheu o Parque Metropolitano de Pituaçu como seu principal refúgio de treinamentos, onde praticamente todos os domingos e feriados um grupo de peregrinos realiza suas tradicionais caminhadas.

Para o último feriado, da proclamação da República, a ABACS programou a Caminhada Solidária, um evento que já acontece anualmente e que tem o principal objetivo de arrecadar brinquedos e alimentos, para distribuição em instituições carentes de Salvador.

A Caminhada Solidária conseguiu arrecadar muitos brinquedos e alimentos
A Caminhada Solidária conseguiu arrecadar muitos brinquedos e alimentos |  Foto: Divulgação
  

Como tradicionalmente acontece, o encontro dos integrantes da entidade começou por volta das 7 horas, quando os brinquedos e alimentos foram doados e recolhidos para distribuição. Às 7h30min o grupo partiu para a Caminhada Solidária.

Para o presidente da Associação Bahiana dos Amigos do Caminho de Santiago, Saul Paim, a entidade é um grupo de amigos que ama caminhar e que em movimento constante, vai compartilhando sentimentos e emoções, acolhendo e sendo acolhido, amando e sendo amado.

Norma Fernandes, Fatima Arruda e Margareth Andrade, também estavam muito animadas com a caminhada e aproveitaram para lembrar da causa nobre que era ajudar os menos favorecidos e, segundo Fátima, esse é um evento que faz bem à alma ao corpo e ao coração.

Já Celeste Ribas aproveitou para pedir mais atenção dos poderes públicos para o Parque Metropolitano de Pituaçu. “Esse é o pulmão de Salvador, vamos trabalhar pela sua preservação”, disse.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS