A ACB é dos seus associados

Publicado quarta-feira, 20 de julho de 2022 às 10:57 h | Atualizado em 20/07/2022, 10:57 | Autor: ACB Em Foco
Reunião plenária na ACB
Reunião plenária na ACB -

No dia 15 de julho, a Associação Comercial da Bahia (ACB) completou 211 anos de atividades ininterruptas. Sua fundação atendeu ao desejo dos comerciantes, que almejavam um local condigno onde pudessem se reunir regularmente e realizar seus negócios, como já vinham fazendo há anos, na própria Cidade Baixa. À época, a entidade contribuiu ainda para o desenvolvimento da província, até então sede do maior porto do hemisfério sul, já aberto, desde 1808, às “nações amigas”, além de promover o progresso da Colônia, sede provisória da Corte Portuguesa.

Primeira entidade associativista da classe produtiva a ser erguida nas Américas, a ACB é hoje uma entidade de representação multissetorial, que busca estar sempre se revigorando e conectada à dinâmica do mundo globalizado, sem se afastar de suas lutas em defesa dos interesses da comunidade e do empresariado ao qual representa e constitui o seu maior propósito.

“Estes mais de dois séculos de lutas e conquistas nos credenciaram como legítima casa do empresário baiano. Sempre financiamos as nossas atividades com recursos dos próprios associados e dos serviços prestados pela ACB, sem contar com receitas oriundas do poder público e nem repasses de verbas compulsórias. Além de motivo de orgulho, isso mantém a nossa independência para atuar unicamente de acordo com os interesses dos nossos associados e a favor do desenvolvimento socioeconômico da Bahia”, exalta Mário Dantas, atual presidente da entidade.

Para complementar a receita oriunda das mensalidades, a casa conta ainda com o faturamento da oferta de produtos e serviços para seus associados e à comunidade em geral, além de promover periodicamente campanhas de arrecadação junto aos seus conselheiros e diretores.

“Contamos com um grande patrimônio, que é esta verdadeira legião de homens e mulheres apaixonados pela ACB. Empresárias e empresários de todos os portes e de diversos setores, sempre dispostos a manter esta chama acesa e vibrante”, destaca a vice-presidente da casa, Rosemma Maluf.

A Associação Comercial da Bahia não visa lucro. Com isso, os recursos obtidos com a comercialização de produtos e serviços, mensalidades e doações são investidos no atendimento aos associados e também na melhoria ou no aumento do patrimônio da instituição.

O Poder do Propósito

Para celebrar a passagem de mais um aniversário, o Núcleo de Educação e Cultura da ACB promoveu, no dia 15 de julho, uma palestra com o tema “O Poder do Propósito”, apresentada por Kiko Kislansky, idealizador da “Propositologia”.

Durante a apresentação, Kislansky mostrou que existem dois tipos de empresas: as que têm um propósito nobre e as que vão deixar de existir. Realizado em parceria com a Fundação Paulo Cavalcanti, o encontro foi idealizado para orientar e inspirar pessoas e empresas a descobrirem e viverem seus propósitos, além de abordar temas como liderança, vendas, autoconhecimento e comportamento. Como descreve o palestrante, seu propósito é erradicar a falta de sentido no mundo do trabalho.

Publicações relacionadas