‘Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras’ recebe Leda Maria

A poeta estará em Salvador nos dias 21 e 22 de julho

Publicado quinta-feira, 14 de julho de 2022 às 18:46 h | Atualizado em 14/07/2022, 18:46 | Autor: Anota Bahia | anotabahia.com
As ações integram a 10ª edição do Julho das Pretas e contam com tradução em Libras
As ações integram a 10ª edição do Julho das Pretas e contam com tradução em Libras -

A poeta, ensaísta e dramaturga Leda Maria Martins estará em Salvador para participar, nos dias 21 e 22 de julho, de eventos realizados pela plataforma literária Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras (DIMN), que comemora cinco anos desde sua criação. As ações integram a 10ª edição do Julho das Pretas e contam com tradução em Libras.

No dia 21, a Sala de Arte/Cinema do Museu (Corredor da Vitória) recepciona a oficina “Escritas e Memórias Insubmissas de Mulheres Negras”, das 14h às 17h, ministrada por Dayse Sacramento, doutoranda em Literatura e Cultura pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), produtora cultural e idealizadora do DIMN. Com 20 vagas, a inscrição será realizada no local no dia da oficina, a partir das 13h.

Os textos que serão estudados integram obras publicadas pela Fundação Rosa Luxemburgo: “Vozes Insurgentes de Mulheres Negras”, “Insubmissão Intelectual de Mulheres Negras”, “A Radical Imaginação Política de Mulheres Negras” e “Insumos para Ancoragem de Memória Negra”.

A partir das 19h, ainda no Cinema do Museu, ocorre a conferência “Insubmissão e Insurgência da Memória de Mulheres Negras no Brasil, com a professora Dra. Leda Maria Martins e mediação de Dayse Sacramento.

Já no dia 22 de julho, a partir das 19h, Leda lança o livro “Performances do tempo espiralar, poéticas do corpo-tela”, publicado pela Editora Cobogó, no Restaurante Roma Negra (Pelourinho). O evento contará com a participação da doutora em artes Evani Tavares, professora adjunta da Escola de Teatro da UFBA.

O “Diálogos Insubmissos” pede a contribuição de absorventes, que irão ser distribuídos a instituições que combatem a pobreza menstrual na Bahia.

Publicações relacionadas