adblock ativo

A beleza do ensinar

Publicado às | Atualizado em 14/10/2021, 21:50 | Autor: Jerônimo Rodrigues Souza*
adblock ativo

Neste dia 15 de outubro, Dia do Professor, mais do que legítimo, é justo e necessário reconhecer a vocação do magistério. Afinal, abraçar esta profissão do ensinar e dedicar-se à formação humana e cidadã requerem entrega e afeto, como nos ensinou o mestre Paulo Freire, pois “não há educação sem amor”.

No contexto marcado pela pandemia do novo coronavírus, pelo negacionismo da Ciência e descaso do governo federal com a Educação, o governo do Estado dá exemplos de zelo e cuidado com a categoria. Os educadores foram incluídos nos grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19 e, por meio do Programa de Valorização à Saúde do Professor, a Secretaria da Educação promoveu oficinas, cursos e atendimentos on-line, com psicólogos, para acolher e assistir os profissionais da Educação, neste período pandêmico, e fortaleceu a equipe multidisciplinar do programa para potencializar a ação.

Com foco na valorização da carreira, o Estado convocou todos os 3.053 professores e 716 coordenadores pedagógicos aprovados no concurso público da Educação. A partir de 2019, também foram concedidos 30.716 benefícios, como gratificação de estímulo ao aperfeiçoamento profissional, promoção de grau e progressão funcional por avanço vertical na carreira, além de 4.397 aposentadorias. Somam-se a isso, a concessão de 7.492 licenças-prêmios convertidas em pecúnia, para aqueles que optaram em receber as licenças e continuar em sala de aula. Isso representa R$ 98 milhões a mais na folha de pagamento da Educação de outubro a dezembro de 2021.

Neste ano, várias formações foram realizadas, como a Formação Continuada Territorial para mais de 9 mil educadores e técnicos das redes estadual e municipais. As formações também atenderam modalidades específicas, como Educação Indígena, do Campo, Especial, Esportiva e de Jovens e Adultos. Um olhar cuidadoso marca a parceria com as Instituições de Ensino Superior (IES), o que inclui a ampliação dos Complexos Integrados de Educação Básica e o fortalecimento dos polos da Universidade Aberta do Brasil-Bahia. Além disso, toda a rede física escolar está sendo requalificada para oferecer melhores condições de trabalho aos educadores e de aprendizagem aos estudantes, com investimentos de mais de R$ 2 bilhões.

Portanto, no conjunto de política públicas voltadas às professoras e aos professores, o Governo da Bahia reafirma seu compromisso em qualificar, cada vez mais, a Educação pública e honrar o legado de educadores como Paulo Freire e Anísio Teixeira, que defenderam a Educação e todas e todos aqueles que fizeram e fazem a Educação acontecer. Às professoras e aos professores, o nosso muito obrigado por construírem conosco a Educação na Bahia.

*Jerônimo Rodrigues Souza é Secretário da Educação do Estado da Bahia

adblock ativo

Publicações relacionadas