Artista concebeu peça que celebra torcida de Santa Dulce para o Ypiranga

Publicado sexta-feira, 03 de setembro de 2021 às 16:11 h | Atualizado em 03/09/2021, 16:20 | Autor: Cleidiana Ramos

O Ypiranga vai completar 115 anos no próximo dia 7. Chamado de “time do povo”, o clube viveu de 1917 a 1951 um período de glórias com a conquista de dez títulos no campeonato baiano. Além disso, o Ypiranga é, talvez, o único time do mundo que pode se orgulhar de ter entre os registros de torcedores ilustres uma santa. A baiana Irmã Dulce, canonizada como Santa Dulce dos Pobres, em 2019, torcia para o aurinegro. Para fazer esse registro, o advogado e artista plástico Nerivaldo Sebastião de Almeida concebeu esta estatueta intitulada “Irmã Dulce e o Ypiranga”.

Mais histórias da trajetória vitoriosa do Ypiranga poderão ser conferidas neste sábado, 3, na versão para o jornal A TARDE desta coluna. A TARDE Memória publica novas narrativas a partir das peças que compõem o acervo do Cedoc A TARDE (reportagens, fotografias, dentre outras). Projeto multimídia, às sextas-feiras tem conteúdo também em A TARDE FM.     

Publicações relacionadas