Shark é nome da nova picape da BYD | A TARDE
Atarde > Colunistas > Auto Brasil

Shark é nome da nova picape da BYD

Confira a coluna Auto Brasil

Publicado quarta-feira, 24 de abril de 2024 às 00:00 h | Autor: Núbia Cristina
Shark será primeiro carro híbrido flex da BYD no Brasil
Shark será primeiro carro híbrido flex da BYD no Brasil -

A BYD confirmou que Shark é o nome de sua inédita picape híbrida. O anúncio foi realizado em um post da própria empresa na rede social Weibo. Segundo a agência Automotive Business, o carro será apresentado globalmente em 14 de maio e vai desembarcar no Brasil em agosto. Futuramente, a BYD pode produzi-la no Brasil, na fábrica de Camaçari (BA). O veículo será fabricado sobre a plataforma DMO, hoje utilizada no SUV de luxo Leopard 5. A Shark combina um motor 1.5 a combustão, com um motor elétrico. A potência combinada é estimada em 480 cv e as baterias serão integradas ao chassi.

Chinesas planejam produção na Europa

Montadoras chinesas - BYD, Chery, Dongfeng, Leapmotor e SAIC - planejam produzir carros na Europa, onde pagam 10% de imposto de importação, alíquota que deverá subir nos próximos meses, segundo a Automotive News.

Strada chegou à marca de 500 mil

Atual geração da Fiat Strada chegou à marca de 500 mil unidades produzidas em Betim, MG, desde o lançamento, em junho de 2020. É líder de vendas da sua categoria há 21 anos e nos últimos três foi o veículo leve mais vendido no Brasil.

Honda anuncia investimento de R$ 4,2 bilhões

A Honda anunciou um novo ciclo de investimento de R$ 4,2 bilhões para a fábrica de Itirapina, SP, de onde sairá a nova geração do WR-V. Está previsto desenvolvimento de tecnologia híbrido flex, além de novo modelo.

Renault vai lançar sete modelos

Em comunicado, o Grupo Renault confirmou que vai lançar mais sete modelos este ano. A fabricante anunciou que a maior parte será de carros eletrificados. Serão dois veículos puro elétricos: Scénic E-Tech e o Renault 5 E-Tech.

Ford E-Transit custa mais de R$ 500 mil mas garante redução de custos

A Ford E-Transit foi lançada no Brasil depois de um programa de testes com frotistas e já vendeu 300 unidades, que começam a ser entregues este mês. A E-Transit é disponível nas versões furgão e chassi-cabine. Ambas têm motor de 269 cv (198 kW) e torque de 43,8 kgfm, tração traseira e bateria de lítio com capacidade de 68 kWh, que garante autonomia de 317 km (padrão WLTP).

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS