A opinião dos brasileiros sobre o governo Lula | A TARDE
Atarde > colunistas > Conjuntura Política

A opinião dos brasileiros sobre o governo Lula

Confira a coluna Conjuntura Política desta segunda-feira

Publicado segunda-feira, 11 de dezembro de 2023 às 06:54 h | Autor: *Cláudio André de Souza
Pesquisas acenderam luz amarela no governo do presidente Lula
Pesquisas acenderam luz amarela no governo do presidente Lula -

As pesquisas Datafolha e Ipec divulgadas na semana passada acenderam uma luz amarela no governo do presidente Lula (PT). Segundo o Ipec, a administração de Lula é considerada positiva (ótima/boa) por 40% da população. Em contraste, a pesquisa Datafolha indica que 38% dos entrevistados consideram o governo de Lula ótimo ou bom, ou seja, as pesquisas apresentam a mesma proporção.

A pesquisa Ipec mostra uma tendência de aumento na aprovação do governo Lula ao longo do ano. Em março, a aprovação era de 41%, caindo para 39% em abril e 37% em junho, antes de subir novamente para 40%. A pesquisa também revela que a maneira como Lula está governando é aprovada por 56% dos brasileiros. Por outro lado, a pesquisa Datafolha mostra uma avaliação positiva estável do petista, com 38% de aprovação desde março. No entanto, a pesquisa também aponta que 31% dos entrevistados consideram o governo ruim ou péssimo.

Ambas as pesquisas também abordam o nível de confiança no presidente. Segundo o Ipec, 50% dos entrevistados afirmaram que confiam no presidente Lula, enquanto 47% disseram que não confiam. O Datafolha aponta que 40% dos entrevistados nunca confiam nas falas do presidente Lula (PT). Enquanto isso, 24% afirmaram sempre confiar.

Na pesquisa do Datafolha, a aprovação do governo Lula é maior entre os moradores do Nordeste (48%), pessoas menos escolaridade (50%). A reprovação ao presidente é de 39% de quem tem ensino superior e 47% de avaliação negativa entre pessoas que ganham mais de 10 salários mínimos mensais. Entre os evangélicos, a reprovação salta para 38%.

A avaliação negativa do petista na pesquisa do Ipec é de 61% entre os eleitores que votaram em Bolsonaro em 2022 e 48% entre os eleitores mais ricos. Qual o saldo do primeiro ano do governo Lula? O governo não consegue avançar na “desbolsonarização” de uma parte do eleitorado, o que depende também da condição de influenciar diretamente a opinião de uma parte do eleitorado que avalia o governo como regular.

A saída para Lula passa pela melhora sensível da economia, mas custa concentrar esforços no redesenho das políticas públicas das áreas da saúde e da segurança pública, uma das pautas que sustentaram a estabilidade da base social e ideológica do bolsonarismo nos últimos cinco anos.

Nessa direção, a pesquisa Datafolha mostrou que 23% dos entrevistados entendem que a saúde é o principal problema do país, seguido da Segurança Pública/Violência (10%) e da Educação (10%). Ao final, o saldo das pesquisas é um sinal de alerta ao Planalto, que que necessita engrenar o governo para ações de impacto em nível nacional. Além de comunicar melhor, o governo precisa se comprometer em ações concretas, em especial, que mirem dialogar com a classe média urbana.

*Cláudio André de Souza é Professor Adjunto de Ciência Política da UNILAB e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (UFRB). E-mail: [email protected].

Publicações relacionadas