Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo | A TARDE
Atarde > Colunistas > Histórias & Sabores

Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo

Guia que reúne receitas autênticas deu nota 4,6 à iguaria, que conquistou o 19º lugar no ranking mundial

Publicado sábado, 18 de março de 2023 às 16:03 h | Autor: Isabel Oliveira
Imagem ilustrativa da imagem Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo
-

Deliciosa, não há quem se aguente com ela. O cheiro, ímpar, deixa aguando a boca de qualquer um, mesmo quem nunca na vida tenha provado. Além de tantos adjetivos saborosos, ela é linda. De uma coloração inesquecível, junte-se os anéis de cebolas, rodelas de tomate, pimentão e uma pimentinha para dar aquele toque! Tudo isso embebido no leite de coco, conferindo um certo adocicado à receita. A proteína pode ser de qualquer fruto do mar ou a combinação de todos eles. Não é para menos que a moqueca baiana está entre as iguarias mais fabulosas do planeta e conquistou o 19º lugar em um guia gastronômico internacional. 

Quem colocou o selo de autenticidade foi a TasteAtlas, um guia on-line que reúne receitas tradicionais e autênticas, avaliadas por uma equipe rigorosa de profissionais internacionais da alta gastronomia e grandes críticos da área. Por eles, a clássica iguaria baiana recebeu 4,6 pontos, aproximando-se da nota máxima, 5 pontos. A TasteAtlas avaliou pratos tradicionais de várias nações e há poucos dias divulgou o resultado.

Moqueca apresentada pelo Tasteatlas
Moqueca apresentada pelo Tasteatlas |  Foto: Divulgação/ Tasteatlas
  

Na apresentação da iguaria em sua página, o guia diz que a moqueca baiana “consiste em peixes brancos, camarões ou outros frutos do mar combinados com leite de coco, óleo de dendê, suco de limão e vários vegetais, como pimentão vermelho e amarelo, tomate, cebolinha, alho, cebola e às vezes gengibre”.

“Esse prêmio só  corrobora o que nós, baianos, sempre afirmamos: a nossa culinária é  rica em sabores, cores, temperos e aromas. A culinária baiana é resultado do mix de culturas que formam a sociedade brasileira, as matrizes africanas,  indígenas e europeias. Essa percepção está na maneira de servir,  preparar, arrumar cada ingrediente no tacho da moqueca, no preparo do leite de coco,  na escolha do melhor azeite de dendê”, comenta o historiador, pós-graduado em gastronomia e pesquisador da culinária brasileira Jamilton dos Santos Rodrigues. 

Imagem ilustrativa da imagem Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo
  

O historiador lembra que a moqueca sempre esteve presente na nossa cultura. “A moqueca sempre foi um prato presente na culinária baiana, seja a de camarão, moqueca de peixe,  moqueca de siri ou de mariscos. É um prato praieiro do litoral, mas remete muito ao recôncavo baiano, sendo  impossível dissociar a moqueca da imagem das quituteiras”.

É  nas mãos de uma das quituteiras mais famosas da Bahia, dona do sorriso mais largo do mundo, que a moqueca se transforma. Dadá, a Aldaci Dadá dos Santos, fala da iguaria  com muito carinho e axé. A moqueca é um dos muitos pratos onde empreende amor e energia, como faz questão de dizer.

 

  

”Quando Dadá cozinha, Dadá cozinha com amor. Eu transformo a comida no meu amor, no meu astral, é como cozinhar fazendo sexo. Para cozinhar você tem que ter muito amor, tesão e energia. O que eu acho de especial na comida baiana são os produtos que são bons, de qualidade. Tenho grande cuidado com a qualidade e os temperos e fazer com amor, muito amor”, afirma. 

Imagem ilustrativa da imagem Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo

Entranhado na nossa cultura, o tradicional prato é oferecido em cada esquina, seja despretensiosamente nas casas, em um fim de semana especial, em ocasiões festivas ou efemérides, como a Semana Santa. Também nos bares e restaurantes ou botecos da cidade a iguaria é sempre ofertada no dia a dia, como manda a tradição. É só pedir. 

Imagem ilustrativa da imagem Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo
 

A tradição, como bem lembra Jamilton, envolveu todas as nossas etnias. “A nossa moqueca remonta ao moquém, que consiste numa técnica ancestral indígena para conservação dos peixes. A moqueca como conhecemos hoje passou por um processo de adaptações de ingredientes  iniciadas no período colonial com a chegada do coco no século XVI. Importante ressaltar que os africanos aqui escravizados já tinham ciência da utilização do coco, seja na culinária, seja em atos religiosos conforme observado pelo pesquisador Luís da Câmara Cascudo em viagens ao continente africano. Em seguida, chega ao Brasil o dendê no século XVII, trazido  pelos portugueses. Aí, sim, temos a nossa moqueca. As especiarias foram sendo acrescidas com o tempo, a  exemplo do tomate, da cebola e do coentro”, conta. 

Vamos ao que interessa. Desta vez, apreciaremos a receita da moqueca ao modo de uma das cozinheiras mais carismáticas da Bahia, a dona do sorriso e do sabor, Dadá.

Imagem ilustrativa da imagem Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo

Moqueca mista de peixe e camarão

Ingredientes:

300g de badejo ou vermelho

300g de camarão fresco

3 tomates grandes picados

2 cebolas grandes picadas

1 pimentão médio picado

1 molho pequeno de coentro

4 galhos de cebolinha verde

suco de 1 limão

leite grosso de 4 cocos

3 colheres de sopa de azeite de oliva

2 colheres de sopa de azeite de dendê

4 dentes de alho

1 colher de sopa de sal

Preparo:

Tempere o camarão e o peixe com alho, sal, 4 galhos de coentro e deixe descansar por pelo menos uma hora. Pique e machuque o restante dos temperos, adicione o suco de limão e divida em duas partes. Coloque numa panela o peixe e o camarão com uma parte do tempero e leve ao fogo para refogar por três minutos, sem mexer. Em seguida coloque o leite de coco, mexendo sempre, mas com cuidado para não quebrar o peixe. Depois coloque a outra parte do tempero e o azeite de oliva, deixando no fogo por mais 15 minutos. Antes de retirar do fogo, coloque o azeite de dendê. Decore com tomate, cebola, pimentão em rodelas e folhas de coentro. Sirva com arroz e farofa.

NOTA COM HISTÓRIAS & SABORES

Tradicional na cena gastronômica de Salvador, Spaghetti Lilás agora é Lilás Cozinha

Imagem ilustrativa da imagem Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo
 

O Lilás Cozinha, nova identidade do tradicional Spaghetti Lilás, começa a desenhar novas páginas para a sua história de quase três décadas e, além de manter a famosa casa na Alameda Benevento, na Pituba, o restaurante vem migrando o olhar para o digital com delivery próprio e continuidade do trabalho em aplicativos de entrega com foco na cozinha brasileira e italiana. O ambiente digital é, sem dúvida, o novo desafio da marca, mas que não perde sua essência, atestada em números recentes. O restaurante marcou o 1º lugar de pedidos no Ifood na categoria cozinha brasileira em ranking de 2022. Para saber mais sobre o restaurante veja no Instragram do Lilás Cozinhahttps://www.instagram.com/lilascozinha/.

Menu Happy Hour no Mistura Itapuã está com novidades

Imagem ilustrativa da imagem Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo
  

O Mistura Itapuã está com uma promoção especial com direito  a duas entradas e a dois drinks, para consumo individual, por apenas R$ 89,00. Esta é a grande novidade do Menu Happy Hour, exclusivo do Mistura Itapuã. De terça a sábado, das 17h às 20h, ficou mais gostoso curtir aquela tarde e também a noite em Itapuã. Consulte as regras e possíveis alterações fazendo a sua reserva pelos telefones (71) 3375-2623 / 3285-0291.

Empresária traz para a Bahia a franquia Seu Mundo Zero - maior rede de confeitaria e chocolates inclusivos do Brasil

Imagem ilustrativa da imagem Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo
 

Referência em comida inclusiva, a franquia Seu Mundo Zero desembarcou em Salvador em uma charmosa loja inaugurada no Shopping Paralela, Piso L2 (ao lado da Livraria Leitura). A primeira unidade na Bahia da maior rede de confeitaria e chocolates inclusivos do Brasil é uma iniciativa da empresária e franqueada Camila Oliveira e apresenta um cardápio 100% inclusivo, ou seja, todos os produtos são zero glúten, zero açúcar, zero lactose e zero soja, mas com muito sabor.

Coffeetown apresenta Páscoa 2023 apostando em novidades

Imagem ilustrativa da imagem Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo
  

Em 2023, a Coffeetown Salvador aposta em diversas novidades em cardápio exclusivo de Páscoa. A marca aproveita a datapara apresentar um menu especial de opções de ovos de chocolate artesanais, produzidos pela própria equipe de confeitaria da casa. A Páscoa da Coffeetown traz 3 opções de ovos recheados (R$ 109,90 - 350g), de Amêndoa com Caramelo Salgado, Cookie com Nutella e Red Velvet, dentre outras delícias.As encomendas podem ser feitas pelo WhatsApp (71) 98344-4478.

Blue Praia inspira-se nas tradicionais “budegas” e lança carta de drinks com insumos locais em homenagem à cultura baiana

Imagem ilustrativa da imagem Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo
  

Às vésperas dos 474 anos de Salvador, o Blue Praia Bar lançou uma carta com sete drinks, assinada pela mixologista Isadora Bello. Abre Alas, Baianito, Fuzuê, Mais que Amado, Caymmi, Carybé, Dona Canô, Lambe- Lambe, Te Procurando, e 2 de Fevereiro foram os nomes escolhidos para os drinks preparados com insumos regionais, como coentro, manjericão, gengibre, licor, mel de   cacau, entre outros. Os novos drinks já estão disponíveis no cardápio. O Blue Praia funciona de segunda a sexta, das 10h às 19h, e aos sábados, domingos e feriados, das 09h às 19h. As reservas podem ser feitas por meio do telefone (71) 99655-4703.

Agricultura familiar baiana espera aumento de 20% nas vendas na Páscoa 2023

Imagem ilustrativa da imagem Moqueca baiana é prato eleito como uma das melhores iguarias do mundo
 

A Páscoa está chegando e a agricultura familiar da Bahia está pronta produzindo chocolates de qualidade. A expectativa é aumentar as vendas em até 20%, com relação ao ano passado. São ovos de Páscoa, chocolates e bombons produzidos por agricultores e agricultoras familiares do Litoral do Sul do Estado com responsabilidade ambiental e social. Os chocolates da agricultura familiar baiana também estão disponíveis em estabelecimentos comerciais de todo estado. Em Salvador, essas delícias que prometem uma Páscoa com sabor diferenciado e mais saudável podem ser encontradas no Empório da Agricultura Familiar, localizado no Mercado do Rio Vermelho, ou pelo site Mercaf (mercaf.com.br).  

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS