Símbolo do amor e da paixão, chocolate é uma iguaria universal | A TARDE
Atarde > Colunistas > Histórias & Sabores

Símbolo do amor e da paixão, chocolate é uma iguaria universal

Iguaria emblemática, o produto eleva os níveis do hormônio da serotonina, responsáveis pelo conforto, alegria e bem estar

Publicado sábado, 11 de junho de 2022 às 07:36 h | Atualizado em 26/06/2022, 21:09 | Autor: Isabel Oliveira
O chocolate é uma iguaria emblemática e associada ao amor e paixão
O chocolate é uma iguaria emblemática e associada ao amor e paixão -

Conta a lenda que quando a princesa Maria Teresa, da Espanha, foi prometida para o rei da França, Luis XIV, enviou para ele um presente especial em uma cesta toda decorada: chocolates. A princesa era tão aficionada pela iguaria que em um dado momento contratou o seu próprio chocolatier.  A história não pode ser precisa com relação a este gesto enamorado, mas o fato é que o célebre casal teve um casamento longevo que rendeu seis filhos.  

Maria Teresa da Espanha era aficionada por chocolate
Maria Teresa da Espanha era aficionada por chocolate |  Foto: Divulgação Internet

Tirando as inúmeras traições envolvendo o rei Luis, a lenda da princesa e o chocolate, bem poderia elevar o casal à condição de símbolo dos namorados eternos, uma vez que o chocolate é uma iguaria emblemática e relacionada ao amor que o mundo moderno tratou de lapidar e relacionar aos namorados, aproveitando-se, talvez, dos efeitos e benefícios que o chocolate produz. 

É que a iguaria, como todos sabem, traz benefícios comprovados, como o de elevar o nível de serotonina e tripofano, os hormônios que trazem conforto, sensação de bem-estar e felicidade. Ao chocolate foram atribuídas sensações de amor, acolhimento, e felicidade. E talvez sejam todas essas sensações, promovidas pela serotonina, que acabam relacionando o produto aos namorados. A data é carregada de simbolismos, sensualidade, alegrias e paixão. Quem nunca pensou em presentear quem ama com chocolates? 

Deste mesmo pensamento compactua Henrique de Almeida. Produtor e chocolateiro, ele é da terceira geração de uma família produtora de cacau em Uruçuca, na Bahia, e viveu praticamente em uma roça que plantava a amêndoa. 

Henrique Almeida produz o chocolate Sagarana de amêndoas tipo Maranhão
Henrique Almeida produz o chocolate Sagarana de amêndoas tipo Maranhão |  Foto: Divulgação/ Sagarana
  

“Todo o mundo fala do poder dos flavonóides e outros benefícios do cacau, mas o mais importante no chocolate, no meu entendimento, é a serotonina. O chocolate é muito rico em serotonina, por isso que se faz esta relação com o namoro, com o Dia dos Namorados. Quanto mais você consome chocolate intenso, de alto teor de cacau, você injeta mais serotonina no seu corpo, no seu sangue, e evidentemente você termina associando à virilidade, à sexualidade”, explica.  

Em 2010 Henrique Almeida começou a produzir o chocolate Sagarana, de amêndoas tipo Maranhão, com notas de sabor intenso, terroso e cítrico. Henrique de Almeida viveu praticamente em uma roça de cacau. 

 

 

“Desde sempre me encantei com este universo do cacau. Tenho um terroir especial, um solo de mata atlântica muito rico, uma acidez baixíssima, chegando para neutro, o que resulta em uma baixíssima acidez na amêndoa; a fermentação que a gente faz é muito especial. A amêndoa tipo Maranhão é algo que reporta a minha infância. Quando eu era menino, na fazenda, ficava chupando as amêndoas, que eram tipo Parazinho, Pará, Maranhão, variedades forasteiras (é o tipo de cacau mais comercializado no mundo, representando cerca de 80% da produção mundial)”, conta.  

Em detalhes, ele demonstra grande conhecimento do produto com que trabalha. Enquanto fala, percebemos ele se deliciar com as palavras, o carinho quando descreve o potencial do cacau que produz. 

Todo mundo fala do poder dos flavonoides, mas o mais importante num chocolate é a serotonina Henrique de Almeida, Empresário
  

" O chocolate a 76%, que é o mais vendido, é mais forte, mais intenso. O mercado gosta de chamar de amargo, mas não gosto de chamar de amargo. Ele tem intensidade! Todo esse amargor a gente tira no processo de colheita, na seleção das amêndoas especiais, na fermentação. A gente tem também o Dark Milk, que é o chocolate a 61% e tem um teor bem baixo de leite só para dar cremosidade. Já o chocolate a 42,5%  é o nosso chocolate ao leite. Para se ter ideia, o chocolate ao leite comum, no Brasil, tem 21% de massa de cacau, o nosso tem 42,5%. Eu uso caviar de baunilha de Madagascar, que é a melhor baunilha do mundo. A gente usa uma dose pequena só (no 42,5%) para dar uma nota amadeirada, para dar um toque especial”, detalha. 

Desde que evoluiu para o produto que conhecemos hoje, o chocolate é um objeto de desejo universal. Se possível, come-se chocolate todos os dias, mas a comercialização, seja industrial ou artesanal, faz a alegria de muita gente em datas especiais, como no Dia dos Namorados, quando o chocolate é um dos presentes mais tradicionais no mundo todo. 

Para atender ao público com produtos de qualidade, de forma especial, o chocolatier Lucas Pinheiro e sua família, do Atelier Bombom, no Rio Vermelho, primam por usar insumos de qualidade. 

  • O fondue é à base de chocolate e creme de leite
    O fondue é à base de chocolate e creme de leite |
  • Lucas Figueiredo, chocolatier usa produtos de qualidade
    Lucas Figueiredo, chocolatier usa produtos de qualidade |
  • O chocolate é um objeto de desejo universal
    O chocolate é um objeto de desejo universal |
  

“A gente tem uma preocupação muito grande que o nosso produto seja diferenciado pela qualidade e pelo visual também. Então, ter criatividade em elaborar os produtos vai desde a combinação dos sabores, do que a gente acha que vai combinar, dos ingredientes que a gente está usando, até o formato, as cores. Tudo isso a gente pensa para ficar atraente aos olhos”, conta. 

Os chocólatras Daiane Lessa e Luciano Ferreira podem até admirar a criatividade quando o quesito é conquistar o cliente, mas o fato é que eles não dispensam o doce no dia a dia, e ele pode vir em qualquer embalagem. A iguaria é um mimo que se transforma em presente diário. Ela conta que durante o dia eles sempre estão trocando chocolates. Quando o marido vai buscá-la no trabalho sempre leva um chocolatinho. 

“O chocolate foi um marco da minha infância, desde pequena ganho chocolates, inclusive nas datas comemorativas. Durante a Páscoa sentia ansiedade esperando ganhar chocolate, que sempre traz alegria! Eu me sinto alegre quando como chocolate. Eu acho que a gente come chocolate em vários momentos da vida.  Quando a gente está triste come chocolate, quando a gente está alegre come chocolate, além de ele lembrar o amor, né?”, diz.

O chocolate é um dos presentes mais tradicionais no mundo todo
O chocolate é um dos presentes mais tradicionais no mundo todo |  Foto: Shirley Stolze | A TARDE
 

FONDUE DE CHOCOLATE 

Ingredientes 

200g de chocolate amargo

1 caixinha de creme de leite

2 colheres (sopa) de uísque (opcional)

Modo de preparo

Pique o chocolate em pedaços pequenos. Derreta no micro-ondas, em potência média, de 30 em 30 segundos.

Junte o creme de leite e misture bem. 

Leve novamente ao micro-ondas por mais 20 segundos, apenas para aquecer.

Misture o uísque e transfira para a tigela que for servir (ou panela para fondue). 

Pode ser servido com frutas, biscoitos, bolos e o que mais a imaginação permitir!

Se não estiver utilizando a panela para fondue, e o creme endurecer ao esfriar, leve novamente ao micro-ondas, sempre de 20 em 20 segundos, para não correr o risco de queimar.

NOTAS COM HISTÓRIAS & SABOR 

Origem Week é um dos maiores festivais de chocolate da Brasil
Origem Week é um dos maiores festivais de chocolate da Brasil |  Foto: Divulgação
 

Origem Week, o maior festival de chocolate, cacau e café do Brasil pode ser visitado até amanhã

Vai até este domingo o Origem Week, um dos maiores festivais de chocolate da Brasil, que acontece no Centro de Convenções, em Salvador. O evento pretende movimentar R$ 1,5 mi em negócios, reunindo mais de 150 expositores e 250 marcas dos principais produtos gourmet e artesanais de chocolate do país. Os participantes da feira poderão conhecer e degustar cafés, chocolates, doces, dentre outros produtos, além de se encantar com o artesanato típico de várias partes do interior, destinos turísticos e festas populares. O evento conta com o apoio do Governo do estado, que pretende tornar  a  Feira Origem Week parte do calendário de eventos do estado.

Salão do Café no Origem Week tem espaço dedicado às marcas de grãos produzidos na Bahia

Também no Origem Week, no Centro de Convenções, no “Salão do Café” , representantes das principais marcas da Bahia prometem oferecer o que há de melhor em grãos produzidos na Chapada Diamantina, Planalto de Vitória da Conquista, Serrana de Itiruçu/Brejões, Oeste da Bahia e o Atlântico Baiano, com produções tanto da espécie arábica quanto canéfora. A curadoria do “Salão do Café” conta com a experiência da jornalista Mariana Proença como curadora de conteúdo de promoção do café de qualidade. A excelência da produção baiana é comprovada pela lista de vencedores da “Cup of Excellence 2021”, principal concurso de qualidade do mundo para cafés. A fase internacional do concurso teve sete produtores baianos indicados entre os 38 premiados.

Marca de biscoitos Águia é incorporada à Brandini como selo de qualidade; marca lança novas embalagens de produtos

A Brandini, marca conhecida e uma das mais respeitadas empresas de alimentos do Brasil, a J. Macêdo, quer ampliar o seu potencial de crescimento e evolução, trazendo um design de embalagens mais moderno e incorporando ao seu portfólio novas categorias de produtos, além do aval de qualidade da marca de biscoitos queridinha dos baianos: Águia. Com expressiva atuação no Nordeste, a marca tem a ambição de expandir a sua presença no Norte, aumentando o seu portfólio com lançamentos em biscoitos doces e uma embalagem de 120g do já conhecido Salt Plus. As misturas para bolo também retornam aos supermercados em diversos sabores, como Laranja, Chocolate, Coco, Festa, Aipim, Baunilha e Cenoura.

Castanha de caju da Bahia está presente na Naturaltech 2022; evento vai até este sábado

Quem for passar por São Paulo tem até este sábado para visitar a Naturaltech no pavilhão de feiras do Anhembi, que está acontecendo até hoje no estado. Por lá poderá conhecer as castanhas de caju de Sapeaçu, vendida pela Cooperativa dos Cajucultores Familiares do Nordeste da Bahia (Cooperacaju), localizada no município de Ribeira do Pombal. No local, encontrarão as castanhas de caju nas versões natural e salgada e a pasta integral. Também encontrarão pasta com cacau, pasta com licuri, e mix de castanha, banana e abacaxi desidratado, produtos apresentados pela cooperativa. 

La Pasta Gialla sugere menu para ser compartilhado pelo casal

Conhecido pelo seu clima aconchegante e gastronomia que abraça, o La Pasta Gialla está com menu especial para o Dia dos Namorados, que será servido durante todo o fim de semana, inclusive no almoço. A intenção é oferecer opções novas no cardápio, deixando o casal livre para celebrar a data, que cai oficialmente no domingo, 12 de junho. O restaurante sugere um menu com Entrada, Pratos Principais e Sobremesa a R$ 189,90 por casal. 

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS