Roberto Jefferson também quer ser perdoado. Bolsonaro vai dar? | A TARDE
Atarde > Colunistas > Levi Vasconcelos

Roberto Jefferson também quer ser perdoado. Bolsonaro vai dar?

Ex-deputado está em prisão domiciliar por ataques a instituições democráticas incluindo o STF

Publicado sexta-feira, 13 de maio de 2022 às 06:06 h | Autor: Levi Vasconcelos

Dando os primeiros passos na ciência política, Silene Ambrósio, do Horto Florestal, nos pergunta: é possível Bolsonaro também perdoar Roberto Jefferson, o dono do PTB que está em prisão domiciliar (por ataques a instituições democráticas incluindo o STF), como fez com Daniel Silveira?

Prezada, Roberto Jefferson quer, já pediu. Mas você que já está entrando no ramo pise fundo numa tese, o triste fim de traidores ao longo da história. E Roberto Jefferson é um. E mesmo diante de Bolsonaro, o seu líder, ele tem crédito para reivindicar tal benefício?

Ele e Valdemar Costa Neto, o dono do PL, estiveram envolvidos no Mensalão e ambos foram condenados a pouco mais de oito anos de cadeia. A diferença é que Jefferson fez delação premiada e Valdemar não. Resultado: Jefferson preso em casa e Valdemar presidindo o PL, o partido do presidente da República.

Fora do bolo —O mais emblemático dos traidores é Judas, o de Jesus. Mas tem também Silvério dos Reis, o traidor de Tiradentes, que teve de se refugiar nos confins do Piauí porque se ficasse em Minas, morria matado.

Jefferson, inicialmente preso no hospital e agora em casa, soltou uma carta disparando contra Bolsonaro, dizendo que ele e os filhos ‘se viciaram em dinheiro’.

Depois disso, ele aparece dizendo que se Daniel Silveira, o deputado carioca que foi condenado a oito anos pelo STF e logo a seguir perdoado por Bolsonaro, teve o perdão, ele merece algo similar.

No jogo político alguns, os que se respeitam, são flagrados em ilícitos e nunca abrem o bico, o que os faz merecedores do respeito dos companheiros de atos subversivos ou de quadrilha. Jefferson não está no bolo.

Uma aposta no carlismo

José Carlos Araújo, que em 2018 perdeu a tentativa de conseguir o quinto mandato de deputado federal, deixou a presidência do PL na Bahia logo depois que Bolsonaro se filiou, argumentando lealdade a ACM Neto, postou nas redes uma foto em que ele está ao lado de Neto e de ACM, o velho,Aos 78 anos, ele quer o quinto mandato. E vai por aí.

São Francisco: SOS maçons

A Loja Maçônica Conde de Linhares, em São Francisco do Conde, completa 49 anos hoje e o venerável mestre Átila Santana quer um presente, dinheiro para reformar o prédio, interditado desde 2009. 

— Temos que reunir os nossos irmãos em Santo Amaro. Um amigo lá de Serra Preta está fazendo uma campanha pelo tombamento do prédio. Acho que é por aí.

João de Furão, o mais novo

 João Pedro Labrida Cardoso, ou simplesmente João de Furão (PSB), prefeito de Conceição da Feira, é um dos mais jovens da Bahia. Completa 28 anos amanhã. Ontem ele estava em Amélia Rodrigues acompanhando Rui Costa, que na hora de discursar, o citou:

— Ali está o prefeito de Conceição da Feira, o João de Furão. Não é João Furão não, viu, gente! É João de Furão!

Targino: trocaram o G pelo J e chapa perdeu Gegê 

Cassado em outubro de 2020 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quando estava no exercício do seu sexto mandato como deputado estadual, o médico Targino Machado sempre se desloca de Feira de Santana, onde mora, até a Assembleia para matar as saudades dos amigos, como esta semana. Nas conversas, faz questão de deixar claro que quer distância de ACM Neto e também avisou deputados da base governista:

— Rapaz, tiraram o G de Gerônimo e estragaram a festa. Gerônimo se escreve com “Gê” , passaram a escrever com ‘Jota’. Aí corta o que queríamos, a chapa Gegê.

Publicações relacionadas