Rui até tenta fazer uma agenda do bem, mas a Covid está pegando

Publicado terça-feira, 15 de junho de 2021 às 06:00 h | Atualizado em 14/06/2021, 21:46 | Autor: Levi Vasconcelos

Notícia tem hierarquia e governante que se preza (Bolsonaro à parte) zela por produzir um volume das boas para se sobrepor às ruins. Assim o é que Rui Costa tenta manter a linha. Vai em Ilheús e anuncia a duplicação da Ilhéus-Itabuna, também a duplicação ba Ba-210 em Juazeiro, inaugura a Pollicínica de Eunápolis, mas tem no encalço a Covid.

Os sucessivos apelos para a compreensão da população parecem não surtir efeito. As denúncias de paredões, forrós, corridas de cavalos espoucam nos quatro cantos da Bahia. E em todos os cantos também os hospitais estão cheios, com uma média de 85%, em alguns casos 100%. E o São João está aí.

Bruno - A vacinação está atrasada, com Bolsonaro atrapalhando muito, segundo as sucessivas críticas do próprio Rui, mas mesmo assim ele sofre pressão de outro segmento, o educacional. E promete retornar as aulas. em julho ‘Não dá mais para esperar’. Não dá, mas vai ter que esperar os números negativos baixarem.

Bruno Reis, prefeito de Salvador, dá a data de limite: se até lá os números baixarem, com a progressão da vacinação, a tendência é a reabertura de alguns segmentos ainda travados, mas ele também tem o São João pelo caminho.

Ano passado o São João deu uma boa ajuda para embalar a pandemia, mas os índices de ocupação eram bem mais baixos. Seja como for, a primeira pauta do dia na agenda de Rui e Bruno é olhar os números dos primeiros 15 dias de julho. Isso é que vai ditar a pauta.

Herder, do Rock in Rio, 17 anos à espera da Justiça

O empresário Herder Mendonça, dono do Rock in Rio Salvador, no antigo Shopping Aeroclube, que por 10 anos reinou recebendo os maiores artistas do Brasil, repentinamente foi despejado sem direito a um centavo, entrou na Justiça contra a Nacional Iguatemi, capitaneado por Luciana Rique, e outras cinco empresas que compunham o grupo, e hoje, 17 anos depois, o processo nunca foi julgado nem na primeira instância.

– A juíza da primeira instância, Dra. Carla Carneiro, é uma pessoa séria. Mas eles entram com agravos pedindo efeito suspensivo que sempre impediram ela de julgar.

O caso agora está em mãos do desembargador Balthazar Miranda. Herder e a Bahia esperam que a partir dele a Justiça ande.

Marabá no jogo estadual

Dizem no oeste que o anúncio da filiação de Júnior Marabá, prefeito de Luis Eduardo Magalhães, ao PP de João Leão, botou mais tempero n a já embolada política regional.

Marabá se elegeu pelo DEM de ACM Neto derrotando o prefeito Oziel Oliveira, marido da deputada Jusmari Oliveira, que é do PSD de Otto. Mas em Barreiras, Jusmari, o também deputado Antonio Henrique, do PP de Leão, se unem no apoio ao prefeito Zito Barbosa, que é do DEM.

E Ciro Gomes vai indo bem

Diz o deputado federal Félix Mendonça Jr que Ciro Gomes, o presidenciável do PDT, partido que ele preside na Bahia, entrou na ´labuta por 2022 com o pé direito.

— Começou pela Bahia, onde o Brasil também nasceu.

Ciro tenta se firmar como terceira via na polarização entre Bolsonaro e Lula e tem como marqueteiro o também baiano João Santana, o Patinhas. Dizem que ele já deu o ar da graça ou tom da reza: Ciro baixou o volume.

Roma, o vice de Bolsonaro?

A última dos bastidores de Brasília envolvendo baianos: João Roma pode ser o vice de Bolsonaro. É pernambucano de nascimento, criado politicamente (por ACM Neto) na Bahia e representaria bem o Nordeste na lógica bolsonarista.

Se sim, a decisão afeta cá. Ele não disputaria o governo como se diz (e Jaques Wagner muito agradeceria). O próprio Roma diz que o Republicanos estará com Bolsonaro. Resta saber como ele vai ficar nisso.

Publicações relacionadas