adblock ativo

Velho Chico, a morte matada que nunca pára de seguir em frente

Publicado às | Atualizado em 04/10/2021, 22:49 | Autor: [email protected]
Nascente do Velho Chico, Minas: as agressões começam lá | Foto: Xando Pereira | Ag. A TARDE
Nascente do Velho Chico, Minas: as agressões começam lá | Foto: Xando Pereira | Ag. A TARDE -
adblock ativo

O Rio São Francisco, ou Velho Chico, como os ribeirinhos chamam, completou 520 anos desde que foi avistado e batizado pelos colonizadores europeus, na história do presente vive uma trajetória de mão e contramão.

É festejado por poetas, ribeirinhos e mais quem o conhece, tão belo e multiprestativo é, mas recebe uma contrapartida assassina, uma morte inevitável, não tão lenta assim.

Segundo o Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco (CBHSF) – que abrange uma área de 641 mil quilômetros quadrados da nascente, em Minas Gerais, a desembocadura, entre Sergipe e Alagoas, passando diretamente por 505 municípios –, entre 2019 e 2020 só entre a nascente, na Serra da Canastra, em Minas, e a foz foram desmatados 2.037 hectares.

Sem dó — O Velho Chico tem também cinco usinas hidrelétricas, mas em Minas, onde ele nasce, a indústria do carvão torra a mata. Agregue-se a isso a retirada de água para a transposição e outros projetos de irrigação e o Canal do Sertão, sem falar nos esgotos que recebe nas cidades; simplesmente a morte é questão de tempo.

O senador Otto Alencar chega a propor que nenhum senador nordestino vote com o presidente, seja ele quem for, até que o tal abrace a causa de revitalização do rio, sempre anunciada, nunca cumprida.

— Os governos, todos eles indistintamente, têm sido uma lástima em matéria de desrespeito ao Velho Chico. É algo de pura insensatez.

Dayane e os seus outdoors

A deputada federal Dayane Pimentel (PSL) espalhou outdoors nas ruas de Feira de Santana parabenizando os 188 anos do município, com os dizeres: ‘A deputada federal que já destinou R$ 14 milhões para Feira de Santana parabeniza nossa Princesa do Sertão’.

Num deles alguém pichou embaixo, com spray: ‘Traíra. Você traiu seus eleitores’. Dayane se elegeu pelo PSL no embalo da onda Bolsonaro, mas depois rompeu.

Fátima contra as sequelas

A deputada Fátima Nunes (PT) está fazendo uma indicação à Sesab interessante. Quer um agendamento extravirtual, uma espécie de fura fila, para pessoas com sequelas da Covid nas Policlínicas do governo.

Ela cita um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, revelando que de 750 pacientes que tiveram a Covid, 60% ainda têm sequelas após um ano. Ou seja, além das mortes, o corona aprontou mais essa.

Dias D’Ávila, mau exemplo

E por falar em mau uso de água, Dias D’Ávila, que divide com Camaçari a área do Polo Petroquímico, antes de tornar-se núcleo industrial era um balneário bastante festejado pela elite social e política da Bahia.

Uma ressalva: a água mineral é retirada lá das profundezas, mas tristemente as águas da superfície, as do antigo balneário, viraram um esgotão. Os moradores mais antigos lá se dizem indignados com isso.

Firmino Alves, o pequeno com uma disputa trincada

Firmino Alves, pequeno município da região do cacau, pouco mais de cinco mil habitantes, vizinho de Itororó e Santa Cruz da Vitória, reeditou domingo quase o mesmo resultado das eleições do ano passado, mostrando uma disputa política trincada, palmo a palmo.

Em 2020, Padre Agnaldo (PDT) disputou sub-júdice e venceu Samuel Pereira (PSD) de 2092 a 2000, apenas 92 votos de frente.

Como Padre Agnaldo não foi diplomado, Fabiano Sampaio (PDT), o presidente da Câmara assumiu e agora se candidatou. Ganhou do mesmo Samuel de 2030 a 1962, apenas 68 votos de vantagem.

O deputado Rosemberg Pinto (PT), que transita na área, diz que ‘lá é assim mesmo’.

REGISTROS

Ponto facultativo

Terça que vem, Dia das Crianças, sugere que teremos feriadão no final desta semana. Alguns municípios, como Alagoinhas, já decretaram ponto facultativo segunda. Essa é a tendência e o pessoal do trade turístico se anima. Ajuda a mitigar os malefícios da Covid.

Erro técnico

Caroline Lima Bacelar, 32 anos, técnica de enfermagem, teve o parto de uma criança dia 16 de setembro, no Hospital de Itaberaba, onde mora, mas só agora o caso entrou nas redes por um detalhe: de quatro ultrassons que ela fez, duas não deu para ver o sexo da criança, mas duas apontaram uma menina e quando nasceu, era menino. Resultado: Maria Cecília virou Gustavo.

Antes tarde

Corre nas redes que quando Roberto Jefferson, o presidente do PTB (leia-se dono) foi preso, passou o partido para Graciela Nievov, desafeta da filha dele, Cristiani Brasil, que por isso teria comentado: ‘Ele não está bem da cabeça’. Alguém retrucou no Face: agora que ele descobriu isso?

Na Chapada

O ator Daniel Boaventura, 51 anos, fez um giro pela Chapada e foi até a Cachoeira do Buracão, em Ibicoara, Ele postos fotos nas redes. Bombou.

adblock ativo

Publicações relacionadas