O Carrasco - De olho no Dendê

Pela terceira vez, o TCM decidiu inspecionar as obras do projeto Novo Mané Dendê, localizado no subúrbio de Salvador

Publicado domingo, 12 de junho de 2022 às 19:01 h | Atualizado em 12/06/2022, 19:33 | Autor: Da Redação
Os bastidores da política baiana passam por aqui
Os bastidores da política baiana passam por aqui -

 ASSUNTO DA SEMANA

Não param de chegar a este Carrasco reclamações sobre o trânsito de Salvador. Para os motoristas que precisam passar pela Av. ACM, Sabino Silva, Federação ou Pernambués, o transtorno parece não ter fim. As obras realizadas pela prefeitura nessas regiões têm gerado engarrafamentos diários, que aumentam ainda mais o estresse na direção. O grande questionamento que aflige os soteropolitanos é até quando essa situação vai durar. Enquanto isso, o prefeito e a vice estão passando por aí e preocupando com o melhor circuito para o Carnaval.

DE OLHO NO DENDÊ

Pela terceira vez, o TCM decidiu inspecionar as obras do projeto Novo Mané Dendê, localizado no Subúrbio de Salvador. Executado pela Prefeitura e com investimento que ultrapassa os R$ 130 milhões por meio de financiamento do BID, o projeto está na lista de outros órgãos fiscalizadores. Fontes do Carrasco relataram que o alerta sobre esse Dendê é tão grande, que a preocupação é que essa obra entre no hall das intermináveis.

INIMIGOS DOS SERVIDORES I

Que a gestão de Bruno Reis tem tido muitos desgastes, todos já sabem. Mas, o que parece estar sendo o estopim é o bate cabeça constante da bancada do governo. Destaca-se entre esses personagens, o vereador Duda Sanches, campeão de conchavos e manobras contra os servidores municipais, em especial contra os agentes de saúde e de combate às endemias. Esses servidores têm frequentado a Câmara todos os dias, como única forma de cobrar o cumprimento do piso salarial da categoria que, conforme a emenda constitucional 120/22, não deve ser inferior a dois salários mínimos.

INIMIGOS DOS SERVIDORES II

Como se sabe, a Prefeitura nem abriu negociação com este setor. O presidente Geraldo Júnior tem repetido que, naquela Casa, não vota absolutamente nada, enquanto o Executivo municipal não enviar o projeto que estabelece o piso desses servidores. Ainda chama atenção as ações perpetradas, de forma dissimulada, pelo deputado estadual Alan Sanches, pai do vereador Duda Sanches e que, segundo alguns vereadores da base do prefeito, orienta o filho a atuar contra os servidores municipais. Alan não terá uma eleição fácil, mesmo porque o próprio ACM Neto não demonstra confiança na família que já traiu o Senador Otto Alencar nas eleições de 2018.

SANTÍSSIMA TRINDADE

Não param de chegar reclamações quanto à situação do Hospital 2 de Julho, no bairro de São Marcos. A última se refere à desativação, desde novembro, de 70 leitos do SUS por conta do não pagamento à então empresa prestadora de serviços. Das duas uma: ou é descaso da Prefeitura ou como corre a conversa, é manobra de um certo vereador interessado, que inclusive vem prometendo re$olver as questões financeiras e até mesmo a realização de cirurgias eletivas no hospital. Santíssima Trindade, tende piedade de nós!

EXEMPLO RUIM

E não é que o prefeito de Santo Antônio de Jesus decidiu seguir o exemplo de Salvador e também aumentou a passagem de ônibus. Por lá, o povo agora tem que pagar R$ 4 para andar de ônibus sem direito a serviço de primeira classe. Com as mesmas promessas não cumpridas da capital, em SAJ se paga mais para não ter transporte público de qualidade. A população não gostou nem um pouco do aumento. Genival que aguarde!

TERRA ARRASADA

Um prestador de serviço de uma pequena cidade do Recôncavo baiano, conhecida pelas antigas usinas, belos canaviais e engenhos, procurou este Carrasco revoltado para denunciar dois políticos: Pai e Filho. O primeiro, de atuação no Estado, e o filho, na capital. Estes que indicaram um jovem e advogado amiguinho da família, com DNA de maluco, para comandar o jurídico da cidade e conduzir os contratos e licitações para seus interesses. O prefeito  trapaceado pelo trio é levado para o escritório político de um certo mini pré candidato ao Governo. Lá, registram uma foto e na saída convencem o edil que as falcatruas são para bancar a campanha do mini. Já se comenta que o povo vai botar o trio forasteiro e o prefeito para fora daquela TERRA e aguarda ansiosamente uma NOVA operação da PF e do MP!

DANDO OS "PULOS"

Inelegível após pedido de revisão de processo negado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), o ex-prefeito de Ribeira do Pombal e pré-candidato a deputado federal, Ricardo Maia, enfrenta problemas por não ter comprovado a utilização dos recursos repassados pela União para o atendimento do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate) em 2014. De acordo com os advogados eleitorais, a situação do político é quase "irreversível".

VICE DESCOLADO

Em Dias D´Ávila, na Região Metropolitana de Salvador, após algumas semanas de rumores, o vice-prefeito Edivan Tavares, o Van da Farmácia (DEM) anunciou publicamente o rompimento com o prefeito Alberto Castro (PSDB). Em carta postada nas redes sociais, o vice aponta entre as razões da ruptura: o “perfil centralizador” do chefe do executivo municipal e a lentidão na resolução de demandas. Indicados pelo vice estão apreensivos e uma onda de exonerações não está descartada. Inclusive, podem vir à tona os podres da campanha.

EU QUERO É PROVA!

O senador Jaques Wagner (PT), um dos coordenadores da campanha de Lula, disse no final da semana passada que o ex-presidente estava pensando em participar dos desfiles do 2 de Julho neste ano. Só resta saber de que forma, porque embora esteja em um reduto petista, não dá para descartar nenhuma animosidade de bolsonaristas, já que eles também deverão marcar presença. Se em locais fechados já é necessária toda aquela parafernália de segurança, imagina então em um lugar aberto e público, onde todo mundo pode chegar na hora que quiser.

LULA E A BAHIA

Aliás, Lula deve vir à Bahia pelo menos três vezes até o dia da eleição, em 2 de outubro, segundo o senador Jaques Wagner. Há um mês e meio, quando estava inelegível, o petista chegou a estar perto de morar em Lauro de Freitas. A Bahia é apenas cálculo político, ou o pernambucano de Garanhuns tem uma afeição especial por essa terra?

FAROFA-FÁ

Advogados de partidos e candidatos terão um novo desafio nas próximas eleições. Durante congresso realizado na última semana na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), a participação de influenciadores digitais no impulsionamento de campanhas mobilizou os debatedores. Destaque para a badalada “Farofa da Gkay”, onde várias celebridades (ou não) da internet se manifestaram em favor desse ou daquele candidato. O monitoramento dessas postagens divide opiniões e certamente será alvo de muitos questionamentos na Justiça Eleitoral. A conferir.

BRT, MAS SEM SER

O primeiro trecho do BRT de Salvador, que possui previsão de entrega no mês de setembro, deverá contar com ônibus elétricos, agora alardeados pela gestão municipal. Mas os ônibus do tipo articulado, aqueles "sanfonados" que a capital teve no passado e são característicos desse sistema, só vão ficar para o trecho que vai até a Lapa, cuja construção deve acabar no final de 2023. A justificativa é que a demanda dos trechos 2 e 3 não é grande e os veículos menores dariam conta. Só faltou falarem isso lá atrás, quando anunciaram o projeto com toda a pompa do mundo e gastaram tempo e dinheiro nos vídeos de apresentação, mostrando algo que não iria acontecer no começo.

LEÃO NA TOCA

O vice-governador João Leão aparentemente não deixou apenas a pré-candidatura ao Senado na chapa do ex-prefeito ACM Neto, mas sua imagem já não é mais tão associada a de Neto, como acontecia nos meses de abril e maio. No material da pré-campanha do Leão pai, só aparece o Leão filho, o deputado federal Cacá Leão. Este, sim, segue com Neto para cima e para baixo.

ENQUADRADA

A Enquadrada desta semana vai para os prefeitos baianos que estão gastando dinheiro da Educação e da Saúde para realizar o São João. De forma imoral, cidades como Amargosa, Cruz das Almas e Jequié vão gastar cerca de 24% do orçamento da Saúde para bancar os festejos juninos. Em tempos de pandemia e cidades em estado de emergência, estes gestores querem mesmo é fazer bonito no salão e garantir o voto na próxima eleição. Amargosa que o diga. O prefeito Júlio, que já foi denunciado por improbidade administrativa, parece ter pego gosto pela coisa. Gasta dinheiro público, enquanto a população fica sem atendimento e súplica por melhorias. Para estes prefeitos, o que vale mais é pular a fogueira, soltar o foguete e a cidade que se exploda.

Publicações relacionadas