adblock ativo

O Carrasco

Publicado segunda-feira, 08 de novembro de 2021 às 06:00 h | Atualizado em 07/11/2021, 20:18 | Autor: O Carrasco
Os bastidores da política baiana passam por aqui
Os bastidores da política baiana passam por aqui -
adblock ativo

ASSUNTO DA SEMANA

Algo estranho está acontecendo em São Sebastião do Passé. Por lá, contratos e mais contratos vêm sendo firmados sem um mínimo de explicação e com valores exorbitantes. O Carrasco apurou que Nilza, a prefeita, ou tem algum fetiche pelo setor automotivo ou gosta mesmo de peitar os órgãos públicos. Além dos 71 mecânicos contratados pela Prefeitura, a Cooperativa Nacional de Transporte Corporativo ganhou num contrato a bagatela de R$ 6,3 milhões para manter e fornecer peças, além de locar veículos. Há quem diga que os cavalos de lá já estão perdendo espaço, mesmo sem haver tanto carro na rua ou peças que valham ouro a serem trocadas. O rumo do dinheiro ninguém sabe, mas um ditado já circula na cidade: amarre seu jegue, antes que o pepino da prefeita caia no colo dos Bastião.

COMUTRAN À VISTA

Lá em Itapetinga o assunto é um só: o dindin que foi surrupiado após esquema de corrupção dentro da Coordenadoria Municipal de Trânsito. Os responsáveis pela mão leve no dinheiro público miraram nos consignados dos servidores. Ao invés de prover a ordem e buscar logo a verdade, o coordenador-geral da Comutran decidiu prorrogar por mais 60 dias o prazo para a conclusão das investigações. A ação, mal vista pela população e, principalmente pelas vítimas, parece estar passando despercebida pelo prefeito que, até o momento, está deixando os servidores colherem um Natal amargo.

CADÊ A TRANSPARENCIA

Curiosa a falta de identificação nos carros contratados pela Prefeitura Municipal de Maraú para servir a comunidade. Já tem, inclusive, discussão na Câmara Municipal sobre o fato. Fica clara a falta de transparência dos gastos públicos, já que não se identifica quem são os contratados para a prestação de determinados serviços.

CARIDADE PÚBLICA

O prefeito de Brumado, Eduardo Lima Vasconcelos (Sem Partido) e o secretário de saúde, Cláudio Soares Feres, precisam se pronunciar para esclarecer o Projeto de Lei nº 57/2021, que pretende doar certo terreno público para que uma empresa privada construa um hospital particular. Explicar não custa.

MACUCO SEM SORTE

Buerarema é uma cidade que, de fato, não tem sorte quando o assunto é gestão. Além de um prefeito que tem sido alvo de reiteradas denúncias de malversação de verbas públicas, por lá tem um ex-presidente da Câmara que tem sido cobrado insistentemente por credores, dentre eles ciganos e empresários de cidades vizinhas. Chegou a esse Carrasco que o novo birro quem tomou foi um famoso criminalista de Itabuna, que teria lhe prestado serviços jurídicos eleitorais no pleito do ano passado.

BAGUNÇOU DE VEZ

Após a prefeitura de Alagoinhas cancelar o contrato da empresa Cidade das Águas, uma outra empresa foi contratada em junho deste ano, em caráter emergencial por até seis meses, para assumir as linhas. Depos disso já foram realizadas duas paralisações dos rodoviários por atrasos de salários, o que deixou prejudicada a população do município. Os salários estão em dia ou vão precisar paralisar mais vezes? Este Carrasco está de olho!

ALCATRAZ

Na Praia do Forte o comentário é um só: tem um cidadão emergente que fica inventando queixas e dizendo que vai botar ordem no lugar. Na vila, já recebeu o título de "reizinho dos presídios", sob o olhar atento dos moradores e veranistas da região. Se ele tem a intenção de trazer para PF as sua experiências dos serviços em administrações penitenciárias, vai é quebrar a cara. Se preparem, porque a conta vai chegar!

TAL PAI, TAL FILHO

Dizem que quando alguém tem culpa no cartório, este é o primeiro a se pronunciar. Pois assim fez o senador Otto Alencar, que reagiu após Rui chamar de traíras aqueles deputados que votaram a favor da PEC dos precatórios. Sem ser citado pelo governador, Otto entregou o filho, vestiu a carapuça e perdeu uma boa oportunidade para ficar calado. Lá pelas bandas do São Francisco, a atitude não foi supresa!

PAVIO

O rompante de Ciro Gomes, que colocou a pré-candidatura em cheque ao ver o a divisão do PDT na votação da PEC, expôs um fato que não é novo, mas é um dos principais problemas que enfrenta para subir nas pesquisas. Apesar do projeto de centro-esquerda, hoje o partido tem desde brizolistas a bolsonaristas nada disfarçados, e vários no meio do caminho que não parecem nem de longe endossar o estilo de Ciro. A verdade é que ele deu um basta e um ultimato: ou faz oposição a Bolsonaro, ou não vai ter espaço para crescer. Resta saber qual será a posição do PDT.

TÁ TENSO!

Tem vereador que nem se fala mais na Câmara de Salvador, dado o nível de animosidade na Casa. O motivo é algo ainda distante, mas que dominou as conversas nas última semanas: a eleição para a presidência da Câmara.

VAI PRA GOIÁS E VOLTA

ACM Neto avisou que vai viajar a Goiás para conhecer a segurança pública do estado, segundo ele uma referência no país. Em junho, o serial killer Lázaro Barbosa (coincidentemente baiano) passou 20 dias foragido por lá, com todos os esforços das forças de segurança locais concentrados em localizá-lo. Quando Lázaro enfim foi capturado e morto pela polícia, o governador Ronaldo Caiado ainda tentou tirar onda, dizendo que Goiás não era "Disneylândia de bandido".

FILÉ MIGNON ESTRESSADO

Um badalado restaurante continua sendo referência. Quando o assunto é a prestação de serviços em casamentos, a crítica é geral. Ninguém aguenta a chatice da “mignonzinha” que fica na linha frente. Os funcionários se queixam da forma mal educada que é dispensada a eles. Quem também não aguenta mais os chiliques da srta. Mignonzinha são os demais prestadores de serviços dos casamentos. É confusão com o povo do som, com o povo das flores e até com o povo da limpeza, que reclamam até de atos de humilhação. Ou a srta. Mignonzinha se acalma ou vai jogar fora toda a fama e expertise de sua empresa.

MACEIÓ PEDE SOCORRO

Um dos piores e mais sérios Danos Ambientais da história do pais, causado pela Braskem, devido à extração de salgema do subsolo, está deixando os ambientalistas de todo o mundo de cabelo em pé. Vários bairros de Maceió estão afundando e causando um dano ambiental, social e econômico que os especialistas já estimam em mais de R$ 60 Bilhões de reais. O que mais chama a atenção é que a empresa está prestes a distribuir cifra parecida em dividendos e ao mesmo tempo está batendo o pé que só vai arcar com R$ 10 bilhões de reais para reparar os danos. O Carrasco está de olho.

PUXÃO DE ORELHA

Em Itabuna, o prefeito vem dando um show de gestão, a ponto de credenciar sua esposa, a primeira dama Andrea Castro, a uma vaga certa na Assembleia Legislativa da Bahia. Quando o assunto é cumprir agenda, o querido alcaide tem deixado um pouco a desejar. Por lá se comenta que o atual presidente da Câmara, Erasmo Ávila, é mais atencioso, principalmente com os amigos, estando sempre presente nos eventos sociais da cidade. O Carrasco ficará atento para saber se as últimas furadas de Augustinho foram justificadas ou foram descaso de verdade.

ENQUADRADA

A enquadrada da semana é para o deputado federal João Carlos Bacelar, o do PODEMOS. Com um discurso hipócrita de que professores e o Fundef seriam prejudicados com a aprovação da PEC do Precatórios. Bacelar, que responde a uma complexa e contundente ação de improbidade proposta por dona Rita Tourinho, aquela que foi apelidada de Cara Brocada pelos promotores de eventos de Salvador, justamente por desvios de verbas da educação, não tem moral para acusar os colegas baianos que, corajosamente, votaram para garantir o auxílio emergencial e o auxílio brasil. É cada uma cara de pau que se vê nessa Bahia de meu Deus.

adblock ativo

Publicações relacionadas