Micros têm incentivo para mercado exterior

Publicado quinta-feira, 01 de outubro de 2020 às 06:04 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Miriam Hermes e Redação | [email protected]

Ferramentas e competências para as micro e pequenas empresas conquistarem mercados internacionais estão presentes no contexto atual do câmbio amplamente favorável às exportações.

Com o objetivo de ampliar a capacitação dos seus filiados, a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) promoveu uma videoconferência com a participação de especialistas no tema.

Em primeiro lugar, o planejamento foi considerado o elemento fundamental, a fim de promover a antecipação dos empresários às demandas cada vez mais exigentes no momento de assinaturas dos contratos.

Outro item importante veiculado no encontro virtual é a decisão de internacionalizar os negócios, como condição de sucesso para a estratégia de ampliar o faturamento das empresas.

A videoconferência contou com a mediação do vice-presidente do Conselho de Comércio Exterior da Fieb e diretor da Veracel Celulose, Ari Medeiros, com a participação da gerente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Sarah Saldanha.

– Depois de tomar a decisão de operar no exterior, é preciso analisar as oportunidades de mercado e verificar se o produto está adequado – afirmou Sarah.

Adaptação – Para a gerente da CNI, o esforço de adaptação e de desenvolvimento do produto, do processo e da embalagem faz parte do sucesso de uma operação no mercado internacional.

Outra instituição que também apoia a promoção dos negócios e produtos brasileiros no exterior é a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

“Paulo Guedes quer

desviar o foco do

debate do teto de

gastos. Ele não tem

base, não tem voto

para aprovar

privatização e nem

CPMF. E a culpa

é dos outros?”

Rodrigo Maia, presidente da Câmara Federal, reagindo a declarações do ministro da Economia de que ele estaria em acordo com a esquerda para não pautar as privatizações planejadas pelo governo federal

Intercâmbio lácteo no Ceará

Termina hoje o intercâmbio da comitiva da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia (Seagri) com produtores de leite do Ceará. A missão de dois dias teve como objetivo a troca de informações e melhores práticas no campo visando fortalecer a produção leiteira de alta intensidade, caracterizada por fazendas grandes, com ampla produtividade e tecnologia avançada.

– A Bahia é o maior produtor de leite do Nordeste, mas temos uma demanda reprimida de 1,3 bilhão de litros e precisamos adquirir de outros estados – admitiu o secretário de Agricultura, Lucas Costa.

A visita aos produtores do Ceará poderá também abrir mercados para aumentar a comercialização da produção de leite da Bahia.

Saúde materna em debate

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) promove no dia 8 de outubro o Webnário Saúde Materna, que vai debater iniciativas para a redução da mortalidade materno-infantil. Participarão do evento promotores de justiça com atuação na saúde e especialistas do setor. Os interessados devem fazer a inscrição online no endereço bit.ly/2GnXS3Y.

POUCAS & BOAS

A partir de hoje acontece a retomada do turismo na cidade de Lençóis, obedecendo aos protocolos sanitários para evitar a disseminação do novo coronavírus. Para entrar na cidade os visitantes terão de apresentar laudo negativo do teste da Covid-19 e comprovante da reserva de hospedagem. No entanto, nem todos os atrativos estão abertos para visitação, considerando que o Parque Nacional da Chapada Diamantina continua fechado.

Mineira radicada em Barra do Choça, sudoeste baiano, a cafeicultora e artista plástica Valéria Vidigal participa hoje de uma maratona de lives para comemorar o Dia Internacional do Café. A partir das 18h ela fala com a jornalista Laura Glüer, sobre ‘O café como inspiração artística’. Transmissão pelo Instagram @cafe.combustivel.

Em Camaçari recomeçam hoje as feiras itinerantes da agricultura familiar, com o funcionamento no bairro da Gleba E e no estacionamento da prefeitura das 5h30 às 12h30. No sábado será a vez da retomada das atividades das feiras de Arembepe, Jauá e Barra do Pojuca.

Publicações relacionadas