Trabalho acadêmico ajuda gestão do TCM | A TARDE
Atarde > colunistas > Tempo Presente

Trabalho acadêmico ajuda gestão do TCM

Confira a coluna Tempo Presente desta sexta-feira, 12

Publicado sexta-feira, 12 de janeiro de 2024 às 05:20 h | Autor: Tempo Presente
Imagem ilustrativa da imagem Trabalho acadêmico ajuda gestão do TCM
-

Um raro contato entre o Poder Judiciário, voltado para o exame de contas das prefeituras, e o ambiente acadêmico, na área de produção de conhecimento sobre o tema, poderia virar caso de um novo estudo, devido ao inusitado e precioso encontro entre os dois campos.

A ocorrência foi registrada no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), com a iniciativa do conselheiro e jornalista Fernando Vita, ao ressaltar a qualidade do trabalho assinado pelo professor universitário Antônio Ribeiro.

Intitulado “Qualidade dos gastos e do endividamento público no período de 2007 a 2019”, o estudo serviu como um dos pré-requisitos para progressão de carreira do autor, passando de professor adjunto para professor titular.

Desenvolvido em cátedra da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), a pesquisa coteja a prioridade dos projetos financiados pelo erário, apontando para a lacuna de ações sociais necessárias.

Atento a possíveis perdas da participação das áreas comunitárias no orçamento público, o professor concluiu o trabalho com um apelo para a maior presença da universidade além-muros buscando pesquisar temas relevantes.

- Defendo a pesquisa científica como aquela capaz de buscar algo que diga respeito aos interesses da sociedade, ao tempo em que parabenizo os conselheiros do TCM por buscarem o conhecimento confiável, na área regimental de sua atuação, sinalizando a busca de aprimoramento”, afirmou o professor Antônio Ribeiro.

Aceito à unanimidade dos conselheiros, a moção proposta pelo jornalista Fernando Vita destacou “um estudo respaldado em dados, que bem reflete a experiência do pesquisador".

Saúde em alta na Chapada

O Hospital Regional da Chapada (HRC), em Seabra, fechou o ano de 2023 se destacando no número de cirurgias realizadas. Ao longo do ano, a unidade efetuou 8.381 procedimentos cirúrgicos. 

O número representa um acréscimo de mais de 28% em relação ao número de cirurgias realizadas em 2022, quando foram feitos 7.186 procedimentos cirúrgicos. 

Somente nos primeiros três meses de 2023, foram mais 2 mil cirurgias de pequena, média e alta complexidade na unidade. Deste total, 1.013 procedimentos foram as chamadas cirurgias ambulatoriais, procedimentos de menor complexidade.

Itacimirim reúne surfistas sociais

Mais um daqueles mutirões de limpeza nas praias do Litoral Norte vai testar hoje a quantas anda a educação ambiental dos banhistas e moradores de Itacimirim e cercania, com a bússola voltada para Guarajuba.

A expectativa é de coleta dos detritos e resíduos das mais diversas origens, notadamente o plástico, causa mortis de tartarugas marinhas e outros animais não-humanos, asfixiados ao morderem o produto sintético como alimento.

Iniciativa da Associação de Surfe de Itacimirim (Asita), o mutirão dá sequência ao calendário de ações sociais da entidade, iniciada com a remada solidária, em apresentação de surfistas de várias faixas etárias, de criança a idoso, para arrecadar alimentos.

- Não contamos pontos nem construímos o encontro em formato competição; o objetivo foi mesmo destinar dezenas de quilos de feijão, arroz e proteínas para o grupo Berimbau, Arte e Cultura, de Barra de Pojuca”, disse o presidente da associação, Waldir Miranda.

Embora seja árbitro de surfe, e portanto conhecedor dos regulamentos, a partir da percepção de precisarem sempre ser verificados continuamente, Waldir Miranda é um incentivador também do surfe bastando a si mesmo, o prazer de deslizar sobre as ondas como ação suficiente para uma vida plena.

A política pensada por Waldir Miranda para a atual temporada inclui também uma aproximação maior dos surfistas moradores da região, em um encontro a ser programado ainda nesta Alta Estação.

A ideia é fortalecer, entre outras modalidades, a de pranchão, ou longboard, com a presença de campeões como João Araújo, além dos talentos de Darlan Marques e de Pedro França.

Professor da rede estadual de ensino, Waldir Miranda luta para a inclusão do surfe entre os Jogos Escolares, mas os vestígios de preconceito e dificuldade de aceitação do esporte precisam ser vencidos.

Publicações relacionadas