adblock ativo

Serra Gaúcha – Enoturismo de qualidade

Publicado quinta-feira, 29 de novembro de 2018 às 12:37 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: [email protected] | Foto: Renato Soares | MTur
Casa da Erva Mate Ferrari, Caminhos de Pedra em Bento Gonçalves
Casa da Erva Mate Ferrari, Caminhos de Pedra em Bento Gonçalves -
adblock ativo

Quando se pensa em enoturismo, ou o turismo dos apreciadores de vinhos, vem a cabeça lugares como França, Itália, Portugal, Argentina, Chile, todos com tradição no plantio, colheita e produção de vinhos muitas vezes icônicos e que marcam épocas e sabores. Nos últimos vinte anos o Brasil tem se destacado na produção de vinhos de qualidade e que tem obtido prêmios importantes no mundo da enologia. Em paralelo, o circuito turístico de vinícolas nacionais também tem crescido e se tornado suficientemente atraente para manter um público que só tem crescido, em quantidade e exigências, mas que não tem sido decepcionado.

Um desses circuitos fica no Rio Grande do Sul, mais precisamente na Serra Gaúcha, onde além de Gramado e Canela, destinos já consagrados do turismo de inverno e da época do Natal, além dos famosos festivais, temos dezenas de vinícolas espalhadas pelas cidades vizinhas de Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Garibaldi e Monte Belo do Sul, entre outras, no chamado Vale dos Vinhedos, a região maior produtora de vinhos e espumantes do País.

Ali os turistas podem visitar os parreirais e as vinícolas durante todo o ano, geralmente em visitas guiadas. O melhor momento, no entanto, é entre dezembro e março, quando a colheita das uvas é realizada, o que faz com que a experiência seja mais completa e intensa. Algumas vinícolas da região possuem hotéis e pousadas, outras tem restaurantes. O que possibilita em alguns locais, além da degustação de vinhos, ter refeições harmonizadas, onde os visitantes podem aprender como combinar pratos e bebidas.

As vinícolas do Vale dos Vinhedos são bastante próximas, sendo possível ir de uma a outra rapidamente, visitando várias delas em apenas um dia. Se o turista preferir, agências de turismo locais oferecem passeios turísticos com a opção de visitar lojas e restaurantes, além das vinícolas. E. para quem gosta de viver aventuras, ainda existe a possibilidade de conhecer a região de bicicleta.

Para ir ao Vale dos Vinhedos, a melhor opção é por Porto Alegre, chegando a capital gaúcha, por via aérea ou rodoviária e de lá por ônibus ou carro, até uma das cidades do Vale. A estrada que vai até lá é excelente e muito bem sinalizada, sendo uma viagem relativamente bem rápida e com uma paisagem bem legal.

Locais para se hospedar é que não faltam, todas as cidades da região possuem uma infraestrutura turística muito boa, com hostels e hotéis de excelentes condições de preço e conforto. Uma das melhores opções é o Hotel & Spa do Vinho em Bento Gonçalves, um espetáculo em conforto e comodidades. Cercado por parreirais e de frente para a Miolo, uma das grandes vinícolas da região, esse hotel é um desses lugares que vale a pena dar uma passadinha mesmo que você não se hóspede lá. A vantagem é que o bar no terraço do hotel é aberto para quem não é hóspede e tem uma vista impressionante da região.

Outro local, mais barato, mas tão bom quanto, é o Hotel Villa Michelon, também em Bento Gonçalves. Cercado por montanhas e belas paisagens, esse hotel está localizado bem próximo a dois dos melhores restaurantes da região, o Mamma Gema e Pizza Entre Vinhos.

Falando em gastronomia, o que não falta no Vale dos Vinhedos é boa comida. De restaurantes sofisticados a cantinas familiares, o sabor é o principal atributo dos pratos, na maioria bem servidos e deliciosos. Restaurantes como o Valle Rustico e o Osteria Della Colombina em Garibaldi, ou o Giordani Gastronomia, em Bento Gonçalves, mostram todo o valor da culinária regional e das diversas culturas das colônias típicas que lá existem.

Uma viagem à Serra Gaúcha é certeza de bons momentos, com muita cultura, sabor e tranquilidade, além da beleza das paisagens e do vinho, sempre especial, que acompanham as refeições. Experiências únicas e que devem ser levadas no coração e na alma de quem as vivências.

Serra Gaúcha – Enoturismo de qualidade
Serra Gaúcha – Enoturismo de qualidade
Serra Gaúcha – Enoturismo de qualidade
Serra Gaúcha – Enoturismo de qualidade |
adblock ativo

Publicações relacionadas