Fundação José Silveira firma nova parceria com o MP-BA

Relação possui o intuito de trabalhar para conservação dos Biomas da Bahia

Publicado quarta-feira, 13 de julho de 2022 às 18:13 h | Atualizado em 14/07/2022, 12:14 | Autor: Da Redação
Parceria é voltada à conservação dos biomas Mata Atlântica, Caatinga e Cerrado
Parceria é voltada à conservação dos biomas Mata Atlântica, Caatinga e Cerrado -

A Fundação José Silveira, por meio da Unidade de Segurança, Saúde e Meio Ambiente (USSMA), mantém com o Ministério Público da Bahia uma parceria de mais de 30 anos, voltada à implementação de ações de preservação ambiental. Fruto dessa parceria, nesta terça-feira, 12, foi lançado o Projeto “Biomas da Bahia”, visando a conservação dos Biomas Mata Atlântica, Caatinga e Cerrado no estado.

Serão criadas 15 Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), que são unidades de conservação (UCs), de domínio privado, com potencial para proteção da biodiversidade, além do desenvolvimento de pesquisas científicas, ecoturismo, entre outras finalidades.

Na ocasião, Carlos Dumet, superintendente institucional e financeiro da Fundação José Silveira, compôs a mesa de abertura e declarou que “a Instituição está com a atenção voltada ao fomento das práticas ambientais, sociais e de governança (ESG), por isso acredita que essa cooperação tem muito a contribuir com a adoção de práticas de preservação ambiental”.

Para Pablo Almeida, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Dias D'Ávila e gerente do Projeto, “essa é mais uma parceria exitosa, visto que a preservação ambiental é, também, uma forma de preservação da saúde pública”. Pensamento corroborado por Yuri Lopes de Mello, promotor de Justiça Regional de Meio Ambiente de Itabuna e coordenador do CEAMA - MPBA, “temos um histórico de atuação conjunta que espero que se mantenha por muito tempo”.

Publicações relacionadas