Anvisa recebe pedido de registro definitivo da CoronaVac

Imunizante tinha apenas aprovação para uso emergencial

Publicado sábado, 09 de julho de 2022 às 12:03 h | Atualizado em 09/07/2022, 12:03 | Autor: Da Redação
Pedido foi enviado pelo Instituto Butantan na sexta, 8, mas informação só foi divulgada neste sábado, 9, pela agência
Pedido foi enviado pelo Instituto Butantan na sexta, 8, mas informação só foi divulgada neste sábado, 9, pela agência -

Após um ano e meio ter a aprovação para uso emergencial, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu o pedido de registro definitivo da vacina CoronaVac contra a covid-19. O pedido foi enviado pelo Instituto Butantan na sexta, 8, mas informação só foi divulgada neste sábado, 9 pela agência.

O imunizante está aprovado no Brasil desde o último dia 17 de janeiro de 2021, para adultos e crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. A autorização, no entanto, prevê apenas o uso emergencial.

As áreas técnicas da Anvisa vão analisar o registro definitivo em até 60 dias. Assim como as demais vacinas contra a covid-19, o pedido vai ter análise prioritária, conforme firmado pela Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 415/2020. Além da tramitação acelerada, a norma prevê a possibilidade de assinatura de termos de compromisso.

A análise vai ser feita de forma conjunta, por três áreas distintas da Anvisa: a área de Medicamentos, que avalia os aspectos de segurança e eficácia; a área de Farmacovigilância, responsável pelo monitoramento e planos de acompanhamento da vacina; e pela área de Inspeção e Fiscalização, responsável pela avaliação das boas práticas de fabricação.

Esta não é a única pendência da CoronaVac na Anvisa. Na próxima quarta-feira, 13, o órgão vai discutir a autorização para uso emergencial do imunizante em crianças de 3 a 5 anos. A reunião vai ser realizada por meio de videoconferência e transmitida pelo canal oficial da Anvisa no Youtube.

Publicações relacionadas