adblock ativo

Ocupação de leitos para Covid-19 no Brasil segue em queda

Publicado às | Atualizado em 22/10/2021, 15:58 | Autor: Da Redação
Proporção de leitos é o menor desde abril de 2021. | Foto: Mateus Pereira/GovBA
Proporção de leitos é o menor desde abril de 2021. | Foto: Mateus Pereira/GovBA -
adblock ativo

A edição de outubro do Boletim Covid-19, divulgado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) traz dados sobre o comportamento do setor de planos de saúde durante a pandemia de Covid-19. O documento tem o objetivo de monitorar a evolução de dados do setor de planos de saúde e aponta para o crescimento de beneficiários em todas as modalidades de contratação.

Do total de reclamações relacionadas ao coronavírus, 44% dizem respeito a dificuldades relativas à realização de exames e tratamento para a doença.  Em setembro de 2021, a Agência registrou o menor número de reclamações sobre o tema desde março de 2020.

Os indicadores apontam ainda a contínua queda nos leitos alocados para atendimento à Covid-19, desde abril de 2021. Dentre as informações econômico-financeiras, são informadas a sinistralidade no período e inadimplência, cujas taxas se mantiveram estáveis. Quanto às demandas dos consumidores, reclamações relacionadas à Covid-19 esteve em destaque.

O número de beneficiários em planos de assistência médica relativa a setembro e demandas dos consumidores recepcionadas pela ANS através de seus canais de atendimento. 

A proporção de leitos alocados para atendimento à Covid-19 nos hospitais da amostra de operadoras segue a tendência de queda que vem se observando desde abril de 2021, atingindo patamar inferior ao observado em outubro de 2020, quando teve início a segunda onda.

adblock ativo

Publicações relacionadas