Rui e Bruno criticam promessas de Doria sobre antecipação de imunização

Publicado segunda-feira, 14 de junho de 2021 às 14:41 h | Atualizado em 14/06/2021, 18:59 | Autor: Cássio Santana

O governador Rui Costa (PT) criticou a promessa de antecipação das datas para a vacinação de pessoas do público-alvo, como tem sido feito por alguns governantes, a exemplo de João Doria (PSDB-SP) e Ronaldo Caiado (DEM-GO). O petista afirmou que anúncios “sem base” não são o seu “estilo”.

Para Rui, as definições de prazos finais para vacinação de toda a população de um estado neste momento são “anúncios sem base concreta para materializa-los” e que criam “falsa expectativa nas pessoas”.  

“Vejo muitos comentários engraçados nas redes sociais me cobrando uma data para a conclusão da vacinação do público adulto. Vocês me conhecem e meu estilo não é esse, com anúncios e sem base concreta para materializá-los”, afirmou em sua conta no Twitter. “Quando o governador fala, é para cumprir. É desta forma que eu trabalho”.

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), classificou como “futurologia” definir prazos para finalizar a vacinação em meio à indefinição de chegada e quantidade de doses de imunizantes ao país. 

"Como eu prefeito vou estabelecer um prazo quando o principal fator para cumprir é a vacina e eu não controlo? Chega aqui em Salvador, eu aplico de imediato. O fator vacina eu não controlo, então não posso estabelecer as datas", disse o prefeito. 

O democrata disse ainda que prefere seguir sem estabelecer data e prazo, “porque quem faz isso, está fazendo futurologia".

“São Paulo estimava vacinar até 20 de junho pessoas de 55 a 59 anos. Em Salvador nós já estamos vacinando pessoas com 50 anos, vamos chegar até o final da semana abaixo de 50 anos. Já vacinamos 46% da população adulta com a 1ª dose, quarta vou abrir todos os públicos restantes que faltam do PNO, a exemplo de construção civil e população de rua. Não quero estipular datas. Posso garantir que as vacinas chegando, Salvador aplica de imediato”, disse.

No último domingo, 13, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou pela segunda vez a antecipação no calendário de vacinação de São Paulo, que agora deve imunizar as pessoas acima de 18 anos de idade com a primeira dose até dia 15 de setembro. 

O anúncio foi feito pelo governador João Doria durante coletiva de imprensa no início da tarde deste domingo, 13.

"Antecipamos, portanto, em 30 dias o prazo de vacinação em São Paulo. Essa é uma grande notícia para todos os brasileiros, paulistas e residentes aqui em São Paulo com idade acima de 18 anos. Os adultos estarão vacinados até 15 de setembro", disse Doria.

O governador de Goiânia, Ronaldo Caiado (DEM), também afirmou que até setembro imunizará toda a população do estado acima de 18 anos. "Só descansarei quando o último goiano for vacinado contra a COVID-19. Com as novas remessas a caminho, já em setembro vamos vacinar até a faixa etária dos 18 anos! Preparem os braços, goianos e goianas! A sua hora de vacinar está chegando!", escreveu Caiado no Twitter. 

Publicações relacionadas