adblock ativo

Bonecos em Cena

Publicado quinta-feira, 14 de agosto de 2008 às 11:26 h | Atualizado em 14/08/2008, 11:30 | Autor: Claudia Lessa
adblock ativo

Mamulengo. Polichinelo. Petruska. Punch. Boneco. Em cada canto do mundo, uma nomeclatura diferente. Os significados também variam. 

No Brasil, especialmente no nordeste, o teatro de bonecos é enraizado na identidade cultural de seu povo. Mas falta maior divulgação para essa milenar arte popular.  

Já no Oriente, esteve ligado ao sagrado, ao sobrenatural. Na Grécia, tinha a força de desmoralizar as lendas cristãs. Em Roma, assimila a cultura grega e espalha a arte cênica por toda a Europa. 

Com a idéia de compartilhar esse universo e sua diversidade de técnicas e formas, será apresentada nesta quinta, 14, às 18h30, no Quadrilátero da Biblioteca Pública da Bahia, a exposição Bonecos em Cena. Participam 20 grupos de bonequeiros. 

Marionetes, marotes, mamulengos, bonecos de vara e de manipulação direta, bonecos de sombra e máscaras. Esses e outros tipos de bonecos compõem a mostra que virá acompanhada do lançamento do catálogo Bonecos da Bahia

O projeto, uma iniciativa do Sesi/Fieb, com curadoria de Aline Busatto, teve início em 2006, através de Rosa Maria Villas-Boas, diretora do Teatro do Sesi Rio Vermelho

"É necessário que os bonequeiros/artistas se preparem profissionalmente também na gestão de seus produtos, ampliando o seu mercado, busscando realizar um ciclo organizado de planejamento. Temos um mercado emergente e pouco explorado.  A Bahia produz espetáculos maravilhosos, que podem ser mais divulgado, circulando para o Brasil e para o mundo", analisa Rosa Villas-Boas, que é responsável pelo núcleo de teatro de bonecos do Sesi. 

A proposta de resgatar e incentivar o teatro de bonecos na Bahia se alia com o apoio à formação da Rede de Teatro de Bonecos da Bahia e fortalecimento da Associação de Teatro de Bonecos da Bahia. 



SERVIÇO:

Exposição – Bonecos em Cena
Lançamento – Catálogo Bonecos da Bahia
Dia/horário – nesta quinta, 15, 18h30
Local - Quadrilátero da Biblioteca Pública da Bahia (Barris)
Entrada - franca 


adblock ativo

Publicações relacionadas