Ailton Krenak é 1º indígena eleito para Academia Brasileira de Letras | A TARDE
Atarde > cultura > Literatura

Ailton Krenak é 1º indígena eleito para Academia Brasileira de Letras

Antes, a cadeira número 5 era ocupada pelo historiador José Murilo de Carvalho

Publicado sexta-feira, 06 de outubro de 2023 às 09:10 h | Autor: Da Redação
Antes, a cadeira era ocupada pelo historiador José Murilo de Carvalho
Antes, a cadeira era ocupada pelo historiador José Murilo de Carvalho -

Ambientalista, líder indígena e escritor, Ailton Krenak é o primeiro representante dos povos originários a ser eleito imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL). O autor de “Ideias para adiar o fim do mundo” e “A vida não é útil” foi eleito na quinta-feira, 5, na sede da ABL, no Rio de Janeiro.

Krenak concorreu à cadeira número 5 com Mary Del Priore, Raquel Naveira, Antônio Hélio da Silva, J. M. Monteirás, Chirles Oliveira Santos, Daniel Munduruku, José Cesar Castro Alves Ferreira, Gabriel Nascentes, Ney Robinson Suassuna, Denilson Marques da Silva, José Ricardo dos Santos Rodrigues, Martinho Ramalho de Melo, Luiz Coronel e Maria Madalena Eleutério de Barros Lima.

Antes, a cadeira era ocupada pelo historiador José Murilo de Carvalho, que morreu em agosto, aos 83 anos.

O anúncio do vencedor da eleição foi feito no perfil no Instagram da ABL. Segundo o presidente da Academia, o jornalista Merval Pereira, a cadeira que Krenak ocupará também já foi ocupada por nomes como o médico sanitarista Oswaldo Cruz e a romancista Raquel de Queiroz. Já no Facebook, a ABL divulgou um comunicado sobre a eleição.

“É com alegria que anunciamos a chegada de Ailton Krenak à ABL. Ele foi eleito com 23 votos, dos 39 votos possíveis, na tarde desta quinta-feira, dia 5 de outubro. O novo Acadêmico ocupará a cadeira nº. 5, vaga desde o falecimento de José Murilo de Carvalho. Ailton Krenak é escritor de renome e figura central no movimento literário indígena do país. Sua voz é fundamental para o cenário atual, pois é elo entre a rica herança cultural e histórica dos povos originários e a literatura nacional. Esta eleição é um marco na ABL, que reafirma o seu compromisso em promover a diversidade e a inclusão na instituição e na literatura brasileira. Seja bem-vindo à Casa de Machado de Assis, Ailton Krenak!”.

Publicações relacionadas