Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > cultura > LITERATURA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
16/05/2024 às 12:32 - há XX semanas | Autor: Matheus Calmon*

Autores ajudam jovens a desenvolver interesse por literatura

Bate-papo sobre diversas formas de literatura integrou a programação da Flipf

A Festa Literária Internacional de Praia do Forte (Flipf) começou nesta quinta-feira, 16
A Festa Literária Internacional de Praia do Forte (Flipf) começou nesta quinta-feira, 16 -

A diversidade na literatura e sua importância na representação da multiplicidade de experiências humanas foi tema de um bate-papo nesta quinta-feira, 16, primeiro dia da Festa Literária Internacional de Praia do Forte (Flipf).

Com mediação do curador do espaço, Anderson Shon, o tema foi abordado com os autores Lorena Ribeiro (“Passos Entre Linhas”) e Deko Lipe (“Primeira Orelha”) a uma plateia de jovens e estudantes.

Em conversa com o Portal A TARDE, Deko contou que falar sobre o assunto a este público ocupa espaço de valor e emoção, principalmente ao notar a atenção e interesse da plateia.

“A gente está nesse lugar em que a gente produz, escreve histórias, então a gente se sente pertencente e acaba sendo algo muito engrandecedor. Eu vou sair daqui muito melhor do que eu cheguei”, avalia.

Durante o bate-papo, os jovens responderam, no início, que não gostavam de ler. Entretanto, quando apresentados a outras formas de leitura e escrita, tiveram percepções diferentes.

Para Lorena, fazê-los entender que gostam, sim, de ler, abre espaço a outras experiências mais diversificadas.

“Como professora, eu percebo que se a gente já chegar com um livro imenso, um Viva o Povo Brasileiro, um Dom Casmurro, eles vão achar muito estranho, diferente do que eles estão acostumados a ler. Se você já chega com um conto de duas páginas, uma fanfic a partir de um assunto que eles gostam, é realmente uma porta de entrada para que possam conhecer outros mundos. Por isso acredito que na internet o trabalho com literatura seja incrível, porque acaba se aproximando mais desses jovens e mostrando a eles que existem outras, muitas possibilidades além do livro físico e do livro mais formal”, explicou.

Deko avalia que a diversidade na literatura gera o sentimento de pertencimento, tendo em vista que o leitor passa a se identificar com as histórias e observar que podem ser semelhantes às suas.

“Pessoas LGBTs acabam crescendo sem exemplos e sem se sentir pertencentes aos lugares porque criaram estereótipos e criaram personagens e personas que não dialogam com a realidade. Então, a literatura eu tento trazer de uma forma positiva, tanto divulgar quanto escrever, lugares em que a gente possa se ver e que a gente possa se sentir mais confortável. Eu acredito que a gente vive numa sociedade em que querem o tempo inteiro nos colocar num lugar em que nós não pertencemos e uso a literatura para que a gente tenha esse resgate da gente mesmo”, completou.

*O Portal A TARDE está em Praia do Forte para acompanhar a Flipf

Assuntos relacionados

autores Festa Literária Internacional de Praia do Forte FLIPF jovens literatura

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

autores Festa Literária Internacional de Praia do Forte FLIPF jovens literatura

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

autores Festa Literária Internacional de Praia do Forte FLIPF jovens literatura

Publicações Relacionadas

A tarde play
A Festa Literária Internacional de Praia do Forte (Flipf) começou nesta quinta-feira, 16
Play

“Flica é a mãe de todas as feiras literárias da Bahia”, diz curador

A Festa Literária Internacional de Praia do Forte (Flipf) começou nesta quinta-feira, 16
Play

Programação da Flipelô

A Festa Literária Internacional de Praia do Forte (Flipf) começou nesta quinta-feira, 16
Play

Felica: festa literária começa neste domingo de forma online e gratuita

A Festa Literária Internacional de Praia do Forte (Flipf) começou nesta quinta-feira, 16
Play

Festa Literária da Caramurê aborda o livro como instrumento de transformação

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA