Titular da Secult rebate críticas sobre supervalorização de Beyoncé | A TARDE
Atarde > cultura > Música

Titular da Secult rebate críticas sobre supervalorização de Beyoncé

Pedro Tourinho disse que a vinda de artista mostra que Salvador é um palco global

Publicado terça-feira, 23 de janeiro de 2024 às 10:58 h | Autor: Bianca Carneiro e Edvaldo Sales
Tourinho esteve presente no lançamento do Carnaval 2024 da Prefeitura de Salvador, na manhã desta terça-feira
Tourinho esteve presente no lançamento do Carnaval 2024 da Prefeitura de Salvador, na manhã desta terça-feira -

Presente no lançamento do Carnaval 2024 da Prefeitura de Salvador, na manhã desta terça-feira, 23, o titular da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), Pedro Tourinho, rebateu críticas de que a gestão municipal está valorizando demais a presença de Beyoncé.

Segundo ele, a vinda da estrela, considerada por muitos a maior da música pop mundial, não foi apenas um espetáculo, mas também uma prova do potencial que Salvador possui como um “palco global".

“Salvador é um palco que dá resultado. Isso coroa o trabalho de nós todos aqui, porque é um reconhecimento internacional que traz visibilidade e com isso traz recursos”.

Citando as ações do festival Novembro Salvador Capital Afro, o gestor aproveitou para pedir à iniciativa privada que olhe com mais atenção para o financiamento de eventos em Salvador.

“Nós precisamos de recursos do segmento privado. O mês de novembro, que nós investimos em mais de 20 projetos de produtores e artistas negros, foi financiado exclusivamente pela prefeitura de Salvador. Tivemos poucas ações de patrocinadores. O nosso desafio para 2024 é trazer mais investidores privados, é que a gente consiga realmente criar uma rede que fortaleça de uma forma independente e potente todos vocês que estão aqui”.

Publicações relacionadas