Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > cultura > TEATRO
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
10/11/2023 às 12:05 - há XX semanas | Autor: Bianca Carneiro

LUTO NO TEATRO

Morre o professor e diretor teatral Osvaldo Rosa, em Salvador

Osvaldo Rosa era considerado um dos maiores arte-educadores da Bahia

Em mais de 40 anos de carreira, Osvaldo colecionou prêmios no Brasil e no exterior
Em mais de 40 anos de carreira, Osvaldo colecionou prêmios no Brasil e no exterior -

Morreu, na manhã desta sexta-feira, 10, aos 66 anos, o multi artista de teatro, Osvaldo Rosa. Ao Portal A TARDE, o diretor artístico e Gerente de Promoção Cultural da Fundação Gregório de Mattos (FGM), George Vladimir, que também era amigo do diretor teatral, contou que ele sofreu um infarto, devido a uma cardiopatia.

Osvaldo ainda chegou a ser atendido pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu. Segundo George, o sepultamento deve ocorrer neste domingo, 12, no Cemitério Bosque da Paz, em Salvador, somente após a chegada da família: a filha do artista, vinda de Belo Horizonte, e um irmão, dos Estados Unidos.

Nascido em Sabará, Minas Gerais, Osvaldo Rosa era considerado um dos maiores arte-educadores da Bahia. Em 1998, fundou a Foco Usina de Artes Cênicas Ltda, em Salvador, onde desenvolvia projetos e cursos diversos nas áreas de teatro, música e dança. Em mais de 40 anos de carreira, ele colecionou prêmios no Brasil e no exterior, entre eles, o Prêmio Braskem de Teatro.

Para George, o seu legado na educação será eterno. “É uma perda muito grande, ele deixa um legado com muitos artistas, e de muita relevância no meio cultural, grupos que nasceram de turmas, nomes como Yacoce Simões, Daniel Farias, Saulo Barreto. Pessoas que se tornaram amigos e família de coração”.

Ainda de acordo com George, os locais onde o professor, ator, bailarino, percussionista, cenógrafo, coreógrafo e diretor teatral dava aulas suspenderam as atividades.

Em nota, o gestor cultural e presidente da FGM, Fernando Guerreiro, disse que Osvaldo era uma “fonte de inspiração”. "Osvaldo Rosa sempre foi um grande amigo e uma fonte de inspiração para mim. Professor dedicado, formou várias gerações de atrizes e atores brilhantes. Como encenador sempre fugiu de soluções fáceis, construindo espetáculos instigantes, de grande força poética. O teatro perde esse artista potente, vamos aplaudir de pé sua coragem e dedicação", disse.

Assuntos relacionados

George Vladimir Osvaldo Rosa

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

George Vladimir Osvaldo Rosa

Cidadão Repórter

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

George Vladimir Osvaldo Rosa

Publicações Relacionadas

A tarde play
Em mais de 40 anos de carreira, Osvaldo colecionou prêmios no Brasil e no exterior
Play

Espetáculo imerge público em experiência que emociona e induz reflexão

Em mais de 40 anos de carreira, Osvaldo colecionou prêmios no Brasil e no exterior
Play

Vídeo: multidão aplaude corpo de Zé Celso em velório no Teatro Oficina

Em mais de 40 anos de carreira, Osvaldo colecionou prêmios no Brasil e no exterior
Play

TCA homenageia público e artistas em espetáculo com plateia de figurinos

Em mais de 40 anos de carreira, Osvaldo colecionou prêmios no Brasil e no exterior
Play

Sulivã Bispo e Thiago Almasy se apresentam no 'Domingo no TCA'

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA