adblock ativo

Após agressões nas redes sociais, Maju é promovida

Publicado quinta-feira, 09 de julho de 2015 às 00:00 h | Atualizado em 19/11/2021, 06:54 | Autor: Redação e agências
Maju - Maria Júlia Coutinho, garota do tempo do 'JN'
Maju - Maria Júlia Coutinho, garota do tempo do 'JN' -
adblock ativo

Após a polêmica dos comentários racistas nas páginas do Jornal Nacional na internet, a Globo deve promover Maria Júlia Coutinho, a Maju. As informações são da coluna Zapping, do jornal Agora São Paulo. Segundo a coluna, o plano, que já existia, foi acelerado após a imensa repercussão e carinho recebidos pela jornalista nos últimos dias.

A coluna informa ainda que Maju entrará na escala de folgas e feriados dos apresentadores de telejornais, deixando de ser somente moça do tempo e passando a âncora, mas seguirá titular na previsão do tempo.

Ontem, um adolescente de 15 anos suspeito de ter postado ofensas racistas na internet contra a jornalista da Globo foi identificado pela polícia.

O menor mora em Carapicuíba (Grande São Paulo). Ele foi ouvido na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) e, em seguida, liberado.

Os comentários foram publicados por vários usuários do Facebook na página oficial do Jornal Nacional na rede na última quinta-feira (2). Um inquérito para investigar o crime de prática de discriminação ou preconceito de raça foi instaurado pela Decradi.

Para chegar ao primeiro suspeito, os policiais rastrearam as imagens com as mensagens ofensivas e fizeram buscas nas redes sociais. Maju é a primeira mulher negra a apresentar a previsão do tempo no JN, cargo que ocupa desde abril.

adblock ativo

Publicações relacionadas