Motorista que levava Rodrigo Mussi foi imprudente, conclui PC

Delegado apontou ainda excesso de jornada não fiscalizada pelo aplicativo

Publicado quarta-feira, 04 de maio de 2022 às 17:54 h | Atualizado em 04/05/2022, 17:54 | Autor: Da Redação
Motorista não foi indiciado
Motorista não foi indiciado -

O inquérito da Polícia Civil de São Paulo que investigava o acidente de trânsito envolvendo o ex-BBB Rodrigo Mussi no dia 31 de março foi concluído.

O delegado Júlio César dos Santos Geraldo, que comandou as investigações, indicou que o motorista, Kaique Reis, foi imprudente.

O delegado apontou ainda excesso de jornada não fiscalizada pelo aplicativo de transportes.

Após o acidente, Kaique chegou a revelar que pode ter cochilado ao volante pouco antes da colisão.

Ele não foi indiciado pois o crime de lesão corporal culposa é classificado com menor potencial ofensivo.

Após o acidente, o ex-BBB Rodrigo Mussi, que não usava cinto de segurança, passou quase um mês internado no Hospital das Clínicas. 

Ele recebeu alta no dia 28 de abril e iniciou o tratamento de reabilitação intensiva. Até o momento a 99 não se manifestou sobre o ocorrido.

Publicações relacionadas