adblock ativo

Pai de Cássio busca ajuda para defender brother

Publicado sábado, 08 de fevereiro de 2014 às 13:07 h | Atualizado em 08/02/2014, 13:07 | Autor: Da Redação
Cássio Lannes é acusado de racismo
Cássio Lannes é acusado de racismo -
adblock ativo

Um dia após Cássio Lannes, confinado do BBB 14, ter sido denunciado ao Ministério Público do Rio de Janeiro por ter feito uma declaração polêmica dentro da casa, o pai do brother revelou ao site 'Uol' que contratou um escritório de advocacia no Rio de Janeiro para tratar do assunto. A denúncia do MP foi feita nesta quinta-feira, 6.

"O que o Cássio fez foi uma brincadeira motivado por um comentário de Valdirene (Tatá Werneck)", disse Cary Carvalho, pai do participante.

Cary, no entanto, reconhece que o comentário foi de mau gosto. "Foi um comentário imbecil que ele fez. Mas ao observar o contexto, é evidente que foi uma brincadeira", apontou.

Na opinião do pai de Cássio, o brother entrou na brincadeira após Valdirene (Tatá) dizer que tinha uma amiga que tinha morrido após transar com um homem grande.

Ainda de acordo com ele, Cássio não é preconceituoso, muito menos racista. "Ele já trouxe aqui em casa três ou quatro namoradas negras", garantiu. Cary comentou ainda a expressão "atravessou", que foi usada pelo filho.

"A palavra atravessar é gíria e significa transar, em Porto Alegre. Ele não quis dizer que matou ou atravessou alguém na hora do sexo" explicou. "Qualquer procurador que analisar o caso verá que foi uma brincadeira boba", disse Cary.

adblock ativo

Publicações relacionadas