adblock ativo

'Será que vão me receber bem?', diz atriz ao volta à Globo

Publicado quinta-feira, 19 de junho de 2014 às 10:15 h | Atualizado em 19/06/2014, 10:15 | Autor: Isabela Rosemback | Folhapress
Patrícia França brilhou na minissérie Tereza Batista
Patrícia França brilhou na minissérie Tereza Batista -
adblock ativo

Após recusar alguns papéis na Record, onde fez suas últimas aparições na TV há quatro anos, a atriz Patrícia França está de volta aos estúdios da Globo e aparecerá em cena a partir de 14 de julho, na nova Malhação.

Há 13 anos afastada da emissora, a artista conta estar feliz com o retorno à casa em que brilhou com personagens como a protagonista da minissérie Tereza Batista (1992) e a vingativa Clarice, de Suave Veneno (1999). Seu último papel fixo na Globo havia sido em A Padroeira (2001).

"Criei uma expectativa, pensando: 'Será que vão me receber bem?' Mas fui muito bem acolhida", conta.

Patrícia diz ter se dedicado ao filho caçula, de quatro anos, após ter declinado de convites da Record, como a participação em uma série bíblica.

"Não me identifiquei com o papel", diz, garantindo que questões religiosas não pesaram na decisão. "Sempre me interessei por bons personagens, e a vida do ator é feita de oportunidades. Mas também não dá para ficar parado esperando um grande papel", avalia.

A força da invejosa escrava Rosa, que fez na mais recente versão de A Escrava Isaura, foi o que a teria atraído à Record, em 2004. "Com ela eu deitava e rolava. Ali havia um humor que era muito bacana para mim", conta. Com carinho ainda maior, Patrícia lembra da policial Diana de Prova de Amor (Record, 2005). "Adorei fazê-la".

Dilemas emocionais

Na nova temporada, a personagem vivida por Patrícia França vai encarar dilemas motivados por uma perda de cunho emocional. "Não posso adiantar muito, mas ela passará por um conflito que vai colocá-la na contramão do que vemos as mulheres vivendo na atualidade", introduz a atriz.

A personagem se chama Delma e é casada com Marcelo (Felipe Camargo), de quem é sócia no restaurante Perfeitão.

"Ela sempre sonhou em ter um marido e, com o dela, é feliz. Mas, a certa altura, questionará por que não pode ser apenas dona de casa", diz a atriz, que esteve mais caseira nos últimos anos. "Com dois filhos, Delma ainda é uma mãezona. Gostei do mote dessa personagem, pois falar que é dona de casa, hoje, soa até como um palavrão", avalia ela.

adblock ativo

Publicações relacionadas