Filho diz que fanatismo de Andressa Urach quase o matou

"Quase morri por conta da fé fanática dela", disse Arthur Urach

Publicado segunda-feira, 18 de julho de 2022 às 17:45 h | Atualizado em 18/07/2022, 17:52 | Autor: Da Redação
No início do mês, Urach chamou Arthur, 16, a namorada, Brenda Medeiros, de ingratos
No início do mês, Urach chamou Arthur, 16, a namorada, Brenda Medeiros, de ingratos -

Arthur Urach, filho mais velho de Andressa Urach, de 16 anos, afirmou que a mãe preferiu ir à igreja após ele relatar que estava sentindo dores na barriga.

No início do mês, Urach chamou Arthur e a namorada, Brenda Medeiros, de ingratos por terem abandonado o apartamento que ela alugou para eles em Arroio do Meio, no estado do Rio Grande do Sul. O casal foi morar em Porto Alegre.

Em seu canal do Youtube, Arthur rebateu as críticas da mãe na ocasião e disse que o assunto o deixa nervoso.

“Estou tentando fazer esse vídeo pela 20ª vez porque estou muito nervoso de ter que tocar nesse assunto. Ela (Andressa) postou uma live difamando a mim, a Brenda e a família dela, por nos apoiar. Quando eu pedi pra ela apagar, ela me mandou cuidar da minha vida, então, foi o que eu fiz. Me afastei”, disse.

Ele conta ainda que Andressa mente ao dizer que o assunto estaria resolvido.

"Meio que ficou tudo mal resolvido e ela vem com um vídeo recente falar que já tinha conversado comigo e com a Brenda, o que é mentira. Isso era uma briga só minha e dela, uma briga que era praticamente eu tentando expressar o que eu sempre sentia minha vida toda. Porém, mais uma vez ela colocou outras pessoas que não tinham nada ver com isso, retirando o peso da culpa dela", completou.

Segundo ele, Andressa diz que o filho tem "um demônio" dentro de si e usou sua influência para afetar a vida do próprio filho.

Ele relatou ainda que Andressa chegou a ameaçá-lo de processo e teria dito que não o queria mais como filho.

“(Ela falou) que não queria me ter mais como filho. Eu vou falar uma vez que eu fiquei, tipo, assim, ‘que tipo de mãe faz isso?'”, disse Arthur.

Ele relatou uma ocasião em que passou mal e a mãe preferiu levá-lo a uma igreja, ao invés de buscar ajuda hospitalar.

"Um dia eu estava com muita dor na barriga e falei pra ela, sabe o que ela fez? Me levou pro hospital? Não. Me levou pra igreja às seis da manhã e foi pro presídio cuidar das pessoas, como ela disse pra mim. Me deixou com os pastores na igreja e voltou de noite. Quando eu estava agoniando de dor, ela me levou para o hospital".

"Basicamente, quase morri por conta da fé fanática dela. Depois, ela fala que eu era prioridade, mas preferiu ir em um evento da igreja do que cuidar de mim quando eu estava passando mal", desabafou Arthur.

Confira o vídeo na íntegra.

Publicações relacionadas