Flica 2019 tem programação voltada às questões étnico-raciais

Publicado sexta-feira, 18 de outubro de 2019 às 09:49 h | Atualizado em 18/10/2019, 10:22 | Autor: Da Redação | Foto: Reprodução | Facebook

Uma série de temas relacionados às questões étnico-raciais estarão presentes em mais uma edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), evento que acontece no Recôncavo baiano entre os dias 24 e 27 de outubro.

A Secretaria De Promoção Da Igualdade (Sepromi), que participa da Flica há quatro anos, tem o objetivo de promover o reconhecimento das produções artísticas, acadêmicas e literárias do povo negro. Este ano, o evento contará com lançamento de livros, rodas de diálogos, manifestações culturais, exibição de filmes e prestação de serviço. Estão programadas, também, reprodução de material audiovisual, como documentário sobre a trajetória do Bando de Teatro Olodum.

Na parte externa à Fundação Hansen, ainda no ‘Território Flica’, o público poderá contar com a unidade móvel do Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela e, ainda, com o grupo Chegança Barca Nova, manifestação tradicional da cultura de Saubara.

Publicações relacionadas