Romaria de Bom Jesus da Lapa vira Patrimônio Imaterial da Bahia | A TARDE
Atarde > Cultura

Romaria de Bom Jesus da Lapa vira Patrimônio Imaterial da Bahia

Com mais de 700 mil pessoas, romaria baiana é a terceira maior do Brasil

Publicado domingo, 06 de agosto de 2023 às 15:45 h | Atualizado em 06/08/2023, 16:06 | Autor: Da Redação
Decreto que oficializa a festa como patrimônio imaterial da Bahia será publicado em breve
Decreto que oficializa a festa como patrimônio imaterial da Bahia será publicado em breve -

Um dos eventos religiosos mais importantes do estado, a Romaria do Senhor Bom Jesus da Lapa foi reconhecida pelo governador Jerônimo Rodrigues como Patrimônio Imaterial da Bahia. A honraria foi concedida na manhã deste domingo, 6, durante a missa de 332 anos da procissão, que contou com a participação do chefe do Executivo baiano.

Atualmente, a festa acontece de 28 de julho a 6 de agosto. No último dia, ocorre a tradicional procissão do Bom Jesus, que é visitada por milhares de baianos e turistas. A romaria baiana é a terceira maior do Brasil.

Segundo o Governo do Estado, a previsão é de que o evento religioso deste ano tenha reunido 700 mil pessoas e injetado mais de R$ 1 milhão na economia local.

“Por ano, passam por Bom Jesus da Lapa cerca de dois milhões de visitantes. Somente no mês de agosto, em média, são 600 mil pessoas. Então, o turismo religioso aqui é muito marcante, e o Governo do Estado tem incentivado isso, colocando Bom Jesus da Lapa à frente das ações de promoção da Bahia no segmento”, afirmou o secretário do Turismo, Maurício Bacelar. 

De acordo com o governador, o decreto que oficializa a festa como patrimônio imaterial da Bahia será publicado em breve. “Entregamos um marco muito importante hoje que foi tornar essa festa uma cultura imaterial, representando assim a nossa história, cujo decreto sai essa semana no Diário Oficial”. 

No caminho do investimento, Bom Jesus da Lapa também ganhou um aeroporto. A importância do equipamento de transporte para o turismo religioso foi destacada por Jerônimo Rodrigues.  

“Temos na Bahia um potencial muito forte para o turismo religioso, como as festas de Senhor do Bonfim, Nossa Senhora da Conceição da Praia, Santa Dulce dos Pobres e a de Bom Jesus da Lapa, que é tradicional para o povo religioso de todo o país. Com o aeroporto entregue hoje, e a pista de acesso do aeroporto até a cidade, espero que possamos ter em breve voo comercial aqui”, ponderou o governador.

Conforme o governo, o turismo religioso como vetor de desenvolvimento e economia foi reforçado com o lançamento do projeto de fortalecimento do setor, desenvolvido pela Secretaria de Turismo do Estado (Setur). Através da iniciativa, foram realizadas ações voltadas para a promoção do segmento, como a realização do seminário “Caminhos do Oeste – Rotas da Fé, Turismo, Cultura, Direito, Educação e Diversidade”. A programação religiosa da romaria contou com o auxílio da Setur, que faz a promoção do roteiro Caminhos de Fé no Oeste da Bahia e, além disso, orientou empresários e trabalhadores do setor sobre qualidade no atendimento ao turista e atrativos dos Caminhos do Oeste. 

Publicações relacionadas