Samantha Schmütz reconhece que errou ao criticar Deborah Secco: 'Estava chateada'

Publicado domingo, 20 de junho de 2021 às 16:26 h | Atualizado em 20/06/2021, 17:29 | Autor: Da Redação

Cobrando constantemente um posicionamento de famosos sobre temas de interesse público, como política, a atriz Samantha Schmütz reconheceu que errou ao criticar a colega de profissão Deborah Secco, logo após a morte do comediante Paulo Gustavo, que faleceu em 4 de maio deste ano.

Ela, na semana do falecimento do ator, concordou com um comentário de uma internauta que criticava o fato de artistas seguirem a vida de forma normal e continuarem com “dancinhas” no aplicativo Tik Tok. Contudo, ela explicou a sua percepção sobre o fato: “Falamos com tantas pessoas na internet e não estamos tratando assuntos sérios. Não é para as pessoas pararem de fazer publicidade ou dancinhas. Não é isso. Mas é cruel fazer neste momento”, disse a atriz em entrevista o jornal O Globo.

A comediante reconheceu que errou. “Todos nós temos que nos questionar: ‘Será que é legal só mostrar a vida maravilhosa?’ Não quero transformar isso numa briga pessoal. Estava muito chateada quando falei aquilo sobre a Deborah; a morte do Paulo estava muito recente. Eu errei, não foi legal. Não deveria ter feito. O dia que nos encontrarmos, quero falar sobre esse assunto com ela. Não desejo que isso vire uma grande coisa”, complementou.

Samantha comentou também, durante entrevista, sobre o sentimento de perder o amigo Paulo Gustavo. "Paulo levou a metade da alegria do Brasil. Ele era próximo de todo mundo. Se essa pessoa que era parente do país inteiro não nos comoveu a ponto de realmente nos levantar, o que vai? Choro todos os dias desde que meu amigo partiu. É difícil. Todo lugar em que vou eu me lembro dele. São muitas recordações", pontuou.

Publicações relacionadas