adblock ativo

ABComm vê aumento de custos logísticos no e-commerce com greve de caminhoneiros

Publicado quarta-feira, 23 de maio de 2018 às 15:37 h | Atualizado em 19/11/2021, 08:56 | Autor: Dayanne Sousa | Estadão Conteúdo
adblock ativo

Atrasos na entrega de mercadorias e aumento de custos logísticos já atingem o comércio eletrônico, uma consequência da paralisação de caminhoneiros autônomos. A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), entidade que representa as lojas virtuais do País, afirmou que a paralisação afeta o trânsito de diversas transportadoras e que há produtos parados em diferentes localidades do País.

Para a ABComm, pode haver prejuízo para as vendas de Dia dos Namorados, uma data sazonal importante para as vendas na internet. A expectativa é que mais de oito milhões de pedidos sejam realizados para a data.

A entidade chama atenção ainda para os possíveis impactos para o comércio eletrônico de mudanças nas entregas pelos Correios. Em razão da paralisação dos caminhoneiros, os Correios suspenderam temporariamente as postagens das encomendas com dia e hora marcados, as categorias Sedex 10, 12 e Hoje.

adblock ativo

Publicações relacionadas