Bahia gera 12,4 mil postos de trabalho em outubro e é líder no NE

Publicado terça-feira, 30 de novembro de 2021 às 20:24 h | Atualizado em 30/11/2021, 20:28 | Autor: Da Redação

A Bahia gerou 12.462 novos postos de trabalho com carteira assinada no mês de outubro, resultado que põe o estado na primeira posição entre os estados nordestinos e na sétima colocação entre os entes federativos. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 30.

Conforme o Governo do Estado, com 118.745 novas vagas de saldo no acumulado do ano, a Bahia continuou à frente dos demais estados do Nordeste, como Pernambuco (+81.507 postos) e Ceará (+72.747 postos) na segunda e terceira posições, respectivamente. Entre as unidades da Federação, situou-se na sétima colocação.

“Com a expansão da vacinação, os principais setores da economia baiana, que são Comércio e Serviços, estão retomando suas atividades, além da construção civil, reflexo do investimento do Governo do Estado em grandes obras públicas”, elenca o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães.

Na região Nordeste, a Bahia (+12.462 postos) foi seguida pelo estado de Pernambuco (+11.152 postos), Ceará (+7.576 postos), Maranhão (+4.979 postos), Paraíba (+4.283 postos), Rio Grande do Norte (+3.893 postos), Alagoas (+3.444 postos), Sergipe (+2.270 postos) e Piauí (+1.396 postos). Dos cinco grandes setores de atividade econômica, quatro segmentos registraram saldos positivos: Serviços (+6.753 postos), Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas (+2.850 vagas), Indústria geral (+1.562 postos) e Construção (+1.490 postos).

De responsabilidade do Ministério do Trabalho e Previdência, os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foram sistematizados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia (Seplan).

Publicações relacionadas